Desporto
Futebol

Treinador alertou para que os argelinos não menosprezassem os angolanos

Treinador alertou para que os argelinos não menosprezassem os angolanos
Foto por:
vídeo por:
DR

O treinador da Selecção Nacional Masculina de Futebol alertou para que os argelinos não menosprezassem os angolanos, podendo os Palancas Negras surpreender, caso isso viesse a acontecer.

Pedro Gonçalves falava em conferência de imprensa, na véspera de estreia da selecção angolana na trigésima quarta edição do Campeonato Africano das Nações, CAN 2023, que decorre desde o dia 13 deste mês.

O técnico português dizia que o que a Argélia tem e Angola não tem é fácil de explicar, afirmando que "do outro lado está uma selecção que tem um processo já consolidado, além de um misto de atletas que já fizeram história. Até mesmo no banco tem atletas que podem trazer velocidade e vertigem ao jogo treinador nacional".

Pedro Gonçalves acredita numa boa prestação dos seus pupilos no CAN, a começar com o jogo de ontem com a Argélia, a contar para a primeira jornada do grupo D, transmitido em directo na Televisão Pública de Angola, cujo resultado foi o empate de uma bola, com o  golo angolano de penálti do "suplente de luxo", Mabululu.

A equipa esteve a perder desde o minuto 18, quando o avançado Baghdad Bounedjah, do Al-Saad, líder do campeonato do Qatar, abriu o marcador. Entretanto, os angolanos, que revelaram algumas fraquezas, particularmente no meio-campo e na finalização, começaram bem, ao conseguir um empate, na segunda parte, que lhes permite continuar a lutar pela passagem à fase seguinte, como reportou a Voz da América.

No sábado, 20, os Palancas Negras defrontam o Burkina Faso também em Bouaké. Hoje, terça-feira, 16, para o grupo D, jogam Burkina Faso e Egipto.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

O treinador da Selecção Nacional Masculina de Futebol alertou para que os argelinos não menosprezassem os angolanos, podendo os Palancas Negras surpreender, caso isso viesse a acontecer.

Pedro Gonçalves falava em conferência de imprensa, na véspera de estreia da selecção angolana na trigésima quarta edição do Campeonato Africano das Nações, CAN 2023, que decorre desde o dia 13 deste mês.

O técnico português dizia que o que a Argélia tem e Angola não tem é fácil de explicar, afirmando que "do outro lado está uma selecção que tem um processo já consolidado, além de um misto de atletas que já fizeram história. Até mesmo no banco tem atletas que podem trazer velocidade e vertigem ao jogo treinador nacional".

Pedro Gonçalves acredita numa boa prestação dos seus pupilos no CAN, a começar com o jogo de ontem com a Argélia, a contar para a primeira jornada do grupo D, transmitido em directo na Televisão Pública de Angola, cujo resultado foi o empate de uma bola, com o  golo angolano de penálti do "suplente de luxo", Mabululu.

A equipa esteve a perder desde o minuto 18, quando o avançado Baghdad Bounedjah, do Al-Saad, líder do campeonato do Qatar, abriu o marcador. Entretanto, os angolanos, que revelaram algumas fraquezas, particularmente no meio-campo e na finalização, começaram bem, ao conseguir um empate, na segunda parte, que lhes permite continuar a lutar pela passagem à fase seguinte, como reportou a Voz da América.

No sábado, 20, os Palancas Negras defrontam o Burkina Faso também em Bouaké. Hoje, terça-feira, 16, para o grupo D, jogam Burkina Faso e Egipto.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form