Ciência & Tecnologia
Serviços

Serviços televisivos da ZAP podem ser suspensos

Serviços televisivos da ZAP podem ser suspensos
Foto por:
vídeo por:
DR

A ZAP corre o risco de ver os seus serviços de televisão suspensos, depois de ter anunciado que aumentará o tarifário dos seus pacotes oferecidos, alteração essa que foi contestada pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), que afirmou que a operadora não está a obedecer as normas estabelecidas oficialmente.

De acordo com o Novo Jornal uma fonte afecta ao Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação avança a medida será imposta à operadora na eventualidade de não se chegar a um acordo entre as partes interessadas no diálogo em curso sobre os custos dos operadores dos serviços de televisão por assinatura.

O INACOM declarou, na quarta-feira passada, que o aumento dos preços de quatro pacotes da distribuidora de canais de televisão por satélite (ZAP), a materializar a partir do dia 26 deste mês, “constituiu violação à Lei”.

A ZAP, logo após ter anunciado que os preços dos seus pacotes dos canais televisivos sofreriam alterações, nas suas páginas das redes sociais e através de uma mensagem que foi enviada aos seus clientes, divulgou os novos preços: Pacote Max: 6.200 AKZ, Pacote Premium: 12.400 AKZ, Pacote Mini: 3.100 AKZ e Pacote Plus: 3.100 AKZ.

A penúltima alteração de preços de tarifas da operadora ocorreu em Novembro de 2016.

6galeria

Redacção

A ZAP corre o risco de ver os seus serviços de televisão suspensos, depois de ter anunciado que aumentará o tarifário dos seus pacotes oferecidos, alteração essa que foi contestada pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), que afirmou que a operadora não está a obedecer as normas estabelecidas oficialmente.

De acordo com o Novo Jornal uma fonte afecta ao Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação avança a medida será imposta à operadora na eventualidade de não se chegar a um acordo entre as partes interessadas no diálogo em curso sobre os custos dos operadores dos serviços de televisão por assinatura.

O INACOM declarou, na quarta-feira passada, que o aumento dos preços de quatro pacotes da distribuidora de canais de televisão por satélite (ZAP), a materializar a partir do dia 26 deste mês, “constituiu violação à Lei”.

A ZAP, logo após ter anunciado que os preços dos seus pacotes dos canais televisivos sofreriam alterações, nas suas páginas das redes sociais e através de uma mensagem que foi enviada aos seus clientes, divulgou os novos preços: Pacote Max: 6.200 AKZ, Pacote Premium: 12.400 AKZ, Pacote Mini: 3.100 AKZ e Pacote Plus: 3.100 AKZ.

A penúltima alteração de preços de tarifas da operadora ocorreu em Novembro de 2016.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form