Sociedade
Preocupação

Projecto visa dar resposta aos impactos das cheias de 2023

Projecto visa dar resposta aos impactos das cheias de 2023
Foto por:
vídeo por:
DR

A Cruz Vermelha de Angola vai lançar, através do Fundo de Resposta de Emergência aos Desastres (DREF), com o apoio da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), o Projecto de Resposta aos Impactos das Cheias de 2023, uma iniciativa a ser apresentada em conferência de imprensa, nessa sexta-feira.

O acto vai ter lugar na província de Malanje, nas instalações dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, a partir das 9 horas.

De acordo com a nota que recebemos, o projecto surge no quadro das acções de resposta à situação de emergência, com vista a mitigar o impacto do fenómeno meteorológico “El Niño”, associado ao excesso de pluviosidade e ao aumento de chuvas intensas que têm vindo a provocar inundações nalgumas regiões do país.

A Cruz Vermelha de Angola (CVA) é uma instituição humanitária sem fins lucrativos, criada ao abrigo do Decreto n.º 25/78 de 16 de Março, com fins assistenciais e de utilidade pública.

Dotada de personalidade jurídica e constituída conforme as Convenções de Genebra de que a República de Angola é parte aderente, tutelada pelo Ministério da Saúde, foi constituída com base nos sete Princípios Fundamentais do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, nomeadamente, humanidade, imparcialidade, neutralidade, independência voluntariado, unidade e universalidade, refira-se.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

A Cruz Vermelha de Angola vai lançar, através do Fundo de Resposta de Emergência aos Desastres (DREF), com o apoio da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), o Projecto de Resposta aos Impactos das Cheias de 2023, uma iniciativa a ser apresentada em conferência de imprensa, nessa sexta-feira.

O acto vai ter lugar na província de Malanje, nas instalações dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, a partir das 9 horas.

De acordo com a nota que recebemos, o projecto surge no quadro das acções de resposta à situação de emergência, com vista a mitigar o impacto do fenómeno meteorológico “El Niño”, associado ao excesso de pluviosidade e ao aumento de chuvas intensas que têm vindo a provocar inundações nalgumas regiões do país.

A Cruz Vermelha de Angola (CVA) é uma instituição humanitária sem fins lucrativos, criada ao abrigo do Decreto n.º 25/78 de 16 de Março, com fins assistenciais e de utilidade pública.

Dotada de personalidade jurídica e constituída conforme as Convenções de Genebra de que a República de Angola é parte aderente, tutelada pelo Ministério da Saúde, foi constituída com base nos sete Princípios Fundamentais do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, nomeadamente, humanidade, imparcialidade, neutralidade, independência voluntariado, unidade e universalidade, refira-se.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form