Internacional
Política

Presidente moçambicano e líder da Renamo em encontro de paz

Presidente moçambicano e líder da Renamo em encontro de paz
Foto por:
vídeo por:
DR

A União Europeia (UE) afirmou hoje que o encontro no domingo entre o Presidente moçambicano e o líder da Renamo, segundo maior partido político de Moçambique, na Gorongosa, foi mais um passo importante na construção da confiança entre as partes, segundo um comunicado da instituição, noticiou SIC Notícias.

"O encontro de ontem [domingo] entre o Presidente Filipe Nyusi e o líder da Renamo Afonso Dhlakama na Gorongosa constituiu mais um passo importante na edificação de uma confiança mútua", lê-se na nota dos chefes de missão da UE em Moçambique.

De acordo com o comunicado, "a UE congratula os líderes e encoraja ambas as partes a trabalharem com vista a um acordo até ao final do ano de forma que as eleições de 2018 e 2019 possam ter lugar num clima de confiança e paz". "A UE continua disponível para apoiar o povo moçambicano e o processo de paz", indicou ainda o documento da UE.

O objetivo da reunião passou por debater e acordar sobre os próximos passos no processo da paz, que se espera que seja concluído até finais deste ano.

Moçambique assiste, desde maio, a uma trégua por tempo indeterminado, na sequência de contactos, em dezembro, entre o Presidente moçambicano e o líder da Renamo.

Paralelamente a esta trégua, o Governo e a Renamo estão em negociações em torno da descentralização do Estado, despartidarização das forças de defesa e o desarmamento do braço militar do principal partido da oposição em Moçambique.

Entre 2015 e dezembro do ano passado, o país voltou a ser palco de confrontos na sequência da recusa do principal partido da oposição em aceitar a derrota nas eleições gerais de 2014, acusando o partido no poder [Frelimo] de fraude no escrutínio. A vaga de violência incluiu ataques a alvos civis que o Governo atribuiu à Renamo e assassínios de membros dos dois partidos.

6galeria

Redacção

A União Europeia (UE) afirmou hoje que o encontro no domingo entre o Presidente moçambicano e o líder da Renamo, segundo maior partido político de Moçambique, na Gorongosa, foi mais um passo importante na construção da confiança entre as partes, segundo um comunicado da instituição, noticiou SIC Notícias.

"O encontro de ontem [domingo] entre o Presidente Filipe Nyusi e o líder da Renamo Afonso Dhlakama na Gorongosa constituiu mais um passo importante na edificação de uma confiança mútua", lê-se na nota dos chefes de missão da UE em Moçambique.

De acordo com o comunicado, "a UE congratula os líderes e encoraja ambas as partes a trabalharem com vista a um acordo até ao final do ano de forma que as eleições de 2018 e 2019 possam ter lugar num clima de confiança e paz". "A UE continua disponível para apoiar o povo moçambicano e o processo de paz", indicou ainda o documento da UE.

O objetivo da reunião passou por debater e acordar sobre os próximos passos no processo da paz, que se espera que seja concluído até finais deste ano.

Moçambique assiste, desde maio, a uma trégua por tempo indeterminado, na sequência de contactos, em dezembro, entre o Presidente moçambicano e o líder da Renamo.

Paralelamente a esta trégua, o Governo e a Renamo estão em negociações em torno da descentralização do Estado, despartidarização das forças de defesa e o desarmamento do braço militar do principal partido da oposição em Moçambique.

Entre 2015 e dezembro do ano passado, o país voltou a ser palco de confrontos na sequência da recusa do principal partido da oposição em aceitar a derrota nas eleições gerais de 2014, acusando o partido no poder [Frelimo] de fraude no escrutínio. A vaga de violência incluiu ataques a alvos civis que o Governo atribuiu à Renamo e assassínios de membros dos dois partidos.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form