Ciência & Tecnologia
Empreendedorismo

Plataforma Angolana de Crowdfunding fecha ronda de financiamento pré-semente

Plataforma Angolana de Crowdfunding fecha ronda de financiamento pré-semente
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

A startup angolana Deya assegurou a sua primeira ronda de financiamento pré-semente de mais de 50.000 USD junto a um grupo de investidores anjos.

De acordo com uma nota enviada ao Ongoma News, este investimento possibilitará à startup melhorar o desenvolvimento da sua plataforma nos próximos meses, para ser mais robusta e com melhor experiência para os utilizadores, bem como implementar o seu modelo de negócio, começando assim a gerar receita para impulsionar o seu crescimento.

“Estou muito entusiasmada com o sucesso desta ronda de financiamento, pois durou quase um ano até fecharmos as negociações com os investidores anjos desta ronda. Este financiamento pré-semente é importante porque vai permitir-nos desenvolver nova propriedade intelectual para a plataforma e expandir a oferta da Deya para que os seus utilizadores (indivíduos e organizações) possam tirar o maior valor possível, e assim possibilitar maior crescimento de forma exponencial da plataforma”, revela a co-fundadora da Bantu Makers e CEO da Deya, Vanda de Oliveira.

A Deya é a primeira plataforma de crowdfunding (financiamento colectivo) em Angola e nos PALOP, lançada em 2017 tendo como missão ajudar a impulsionar o acesso ao financiamento para causas de impacto social e posteriormente projectos empreendedores, tornando-se o ponto de encontro rápido e seguro entre angariadores de fundos e financiadores/doadores.

Desde o seu lançamento, já foram angariados através da Deya mais de 15.000.000, 00 kz para projectos de impacto social. A startup, que neste momento opera nos modelos de doação e recompensa, já está também a desenhar a implementação do modelo de equity (capital), a ser lançado ainda este ano, para permitir que negócios inovadores e PMEs possam levantar financiamento através desta modalidade de financiamento colectivo.

6galeria

Redacção

A startup angolana Deya assegurou a sua primeira ronda de financiamento pré-semente de mais de 50.000 USD junto a um grupo de investidores anjos.

De acordo com uma nota enviada ao Ongoma News, este investimento possibilitará à startup melhorar o desenvolvimento da sua plataforma nos próximos meses, para ser mais robusta e com melhor experiência para os utilizadores, bem como implementar o seu modelo de negócio, começando assim a gerar receita para impulsionar o seu crescimento.

“Estou muito entusiasmada com o sucesso desta ronda de financiamento, pois durou quase um ano até fecharmos as negociações com os investidores anjos desta ronda. Este financiamento pré-semente é importante porque vai permitir-nos desenvolver nova propriedade intelectual para a plataforma e expandir a oferta da Deya para que os seus utilizadores (indivíduos e organizações) possam tirar o maior valor possível, e assim possibilitar maior crescimento de forma exponencial da plataforma”, revela a co-fundadora da Bantu Makers e CEO da Deya, Vanda de Oliveira.

A Deya é a primeira plataforma de crowdfunding (financiamento colectivo) em Angola e nos PALOP, lançada em 2017 tendo como missão ajudar a impulsionar o acesso ao financiamento para causas de impacto social e posteriormente projectos empreendedores, tornando-se o ponto de encontro rápido e seguro entre angariadores de fundos e financiadores/doadores.

Desde o seu lançamento, já foram angariados através da Deya mais de 15.000.000, 00 kz para projectos de impacto social. A startup, que neste momento opera nos modelos de doação e recompensa, já está também a desenhar a implementação do modelo de equity (capital), a ser lançado ainda este ano, para permitir que negócios inovadores e PMEs possam levantar financiamento através desta modalidade de financiamento colectivo.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form