Showbiz
Entretenimento

“Michele” comanda 4ª Temporada de “Mister Brau”

“Michele” comanda 4ª Temporada de “Mister Brau”
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

A série brasileira “Mister Brau” está de volta ao ecrã da Globo desde o passado dia 01 deste mês, com a diversão de sempre e a discussão de temas da actualidade com que habituou os telespectadores.

Contudo, é Michele Brau (Taís Araújo) quem dá as cartas nesta quarta temporada: de bailarina e empresária do marido, consolidando-se como diva da música pop mundial.

Com direito à agenda lotada e até avião próprio, o sucesso estrondoso vai mexer com a vaidade e a criatividade de Brau (Lázaro Ramos), que se volta para as suas raízes na Madureira, na Zona Norte carioca, atrás da fama perdida, arriscando-se na música sertaneja e até em noites de churrascaria.

“A Michele sempre foi uma mulher empoderada e esse era um caminho natural de quem vai crescendo profissionalmente. Nessa temporada, vamos discutir muitas coisas, desde o homem não ‘segurar a onda’ quando a mulher tem destaque, como ficam os filhos e a família quando a mulher sai para trabalhar e prospera muito, a questão da idade, que ela sente com a chegada da Yasmin, personagem da Lellezinha”, conta a actriz Taís Araujo, que afirma ainda que os autores olham para a sociedade, veem o que ela está discutindo e trazem isso para dentro da série.

“A gente pode discutir temas que não são leves de uma maneira que diverte, alcança e faz reflectir. Poder fazer isso na televisão dá-me muito orgulho”, manifesta a também apresentadora brasileira, que com a ascensão da personagem teve que fazer aulas para cantar e dançar em cena.

Mais do que o universo feminino, a trama de Jorge Furtado dosa humor e responsabilidade, trazendo à tona temas como a Operação Lava-Jato, o drama dos refugiados e racismo, além de questões familiares quotidianas.

De volta ao bairro de Madureira, Brau e Lima (Luís Miranda) resgatam o prazer de serem reconhecidos nas esquinas e buscam novos caminhos profissionais, mas para além da música, vão estar atentos a todas as novidades culturais da região e os seus potenciais no mundo pop.

Da Zona Norte carioca, Brau para em África, onde a viagem para Angola será a parte final das gravações desta temporada.

“Ir para a África é uma maneira de buscar as origens. É fechar com chave de ouro essa história que sempre teve tanto orgulho de falar sobre a cultura afrobrasileira. Musicalmente, esteticamente e identitariamente, o encontro virá através desta três coisas: a busca da identidade, o respeito estético e a pesquisa musical”, resume o actor Lázaro Ramos, citado no comunicado que recebemos.

“Mister Brau abriu esse espaço onde se discute o negro de uma outra maneira. Eles são bem sucedidos, com autoestima elevada, e agora, fazer esse episódio em Angola, significa trazer essa herança do brasileiro. Vai ser muito significativo trazer de onde vem esse povo, de onde vem esse ritmo. As pessoas não tinham onde ver isso, como se identificar”, defende o actor Luís Miranda, por sua vez.

“Mister Brau”, que vai ao ar depois da telenovela “O Outro Lado do Paraiso”, tem autoria de Jorge Furtado, direcção geral de Patricia Pedrosa, Allan Fiterman e Flávia Lacerda e direcção de Ricardo Spencer e Tila Teixeira.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A série brasileira “Mister Brau” está de volta ao ecrã da Globo desde o passado dia 01 deste mês, com a diversão de sempre e a discussão de temas da actualidade com que habituou os telespectadores.

Contudo, é Michele Brau (Taís Araújo) quem dá as cartas nesta quarta temporada: de bailarina e empresária do marido, consolidando-se como diva da música pop mundial.

Com direito à agenda lotada e até avião próprio, o sucesso estrondoso vai mexer com a vaidade e a criatividade de Brau (Lázaro Ramos), que se volta para as suas raízes na Madureira, na Zona Norte carioca, atrás da fama perdida, arriscando-se na música sertaneja e até em noites de churrascaria.

“A Michele sempre foi uma mulher empoderada e esse era um caminho natural de quem vai crescendo profissionalmente. Nessa temporada, vamos discutir muitas coisas, desde o homem não ‘segurar a onda’ quando a mulher tem destaque, como ficam os filhos e a família quando a mulher sai para trabalhar e prospera muito, a questão da idade, que ela sente com a chegada da Yasmin, personagem da Lellezinha”, conta a actriz Taís Araujo, que afirma ainda que os autores olham para a sociedade, veem o que ela está discutindo e trazem isso para dentro da série.

“A gente pode discutir temas que não são leves de uma maneira que diverte, alcança e faz reflectir. Poder fazer isso na televisão dá-me muito orgulho”, manifesta a também apresentadora brasileira, que com a ascensão da personagem teve que fazer aulas para cantar e dançar em cena.

Mais do que o universo feminino, a trama de Jorge Furtado dosa humor e responsabilidade, trazendo à tona temas como a Operação Lava-Jato, o drama dos refugiados e racismo, além de questões familiares quotidianas.

De volta ao bairro de Madureira, Brau e Lima (Luís Miranda) resgatam o prazer de serem reconhecidos nas esquinas e buscam novos caminhos profissionais, mas para além da música, vão estar atentos a todas as novidades culturais da região e os seus potenciais no mundo pop.

Da Zona Norte carioca, Brau para em África, onde a viagem para Angola será a parte final das gravações desta temporada.

“Ir para a África é uma maneira de buscar as origens. É fechar com chave de ouro essa história que sempre teve tanto orgulho de falar sobre a cultura afrobrasileira. Musicalmente, esteticamente e identitariamente, o encontro virá através desta três coisas: a busca da identidade, o respeito estético e a pesquisa musical”, resume o actor Lázaro Ramos, citado no comunicado que recebemos.

“Mister Brau abriu esse espaço onde se discute o negro de uma outra maneira. Eles são bem sucedidos, com autoestima elevada, e agora, fazer esse episódio em Angola, significa trazer essa herança do brasileiro. Vai ser muito significativo trazer de onde vem esse povo, de onde vem esse ritmo. As pessoas não tinham onde ver isso, como se identificar”, defende o actor Luís Miranda, por sua vez.

“Mister Brau”, que vai ao ar depois da telenovela “O Outro Lado do Paraiso”, tem autoria de Jorge Furtado, direcção geral de Patricia Pedrosa, Allan Fiterman e Flávia Lacerda e direcção de Ricardo Spencer e Tila Teixeira.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form