Sociedade
Acordo

MED e BFA assinam acordo para melhoria da educação no país

MED e BFA assinam acordo para melhoria da educação no país
Foto por:
vídeo por:
DR

O Banco de Fomento Angola (BFA) e o Ministério da Educação assinam amanhã,  dia 1 de Agosto, pelas 11h, um acordo de parceria, com vista a melhorar as condições de ensino nas escolas primárias da capital, através da metodologia “Ensinar a Ensinar”, do projecto CAPPRI.

O acordo enquadra-se no âmbito do programa de Responsabilidade Social do BFA que irá apoiar, durante o ano de 2019, o projecto de Capacitação para Professores Primários (CAPPRI), que está a actuar em todos os municípios da província de Luanda.

Nesta senda, duzentos e quarenta e três milhões de kwanzas é o valor total disponibilizado pela instituição bancária, apoio que permitirá melhorar as condições de ensino nas escolas primárias de Luanda e enquadra-se num conjunto mais abrangente de iniciativas que o BFA apoia.

Presenciam, entretanto, o acto, a ministra da Educação, Maria Cândida Pereira Teixeira, a administradora do BFA, Manuela Moreira, secretários de Estado da Educação e diversas entidades de ambas as instituições, num evento que decorrerá na sala magna do Ministério da Educação, 1º andar, de acordo com o comunicado enviado ao ONgoma News.

O projecto CAPPRI teve início em 2018 e é uma iniciativa do Ministério da Educação com o objectivo principal de preparar os professores, complementando o seu trabalho diário de uma forma lúdica, mais fácil e apelativa, através da metodologia “Ensinar a Ensinar”, com o apoio de um Guia Pedagógico.

Desde a sua criação, já capacitou cerca de 4500 professores primários, sendo que, com o apoio do BFA, será possível beneficiar e formar mais 5100, num total de 9600 docentes. O projecto já se encontra na fase de acompanhamento, que teve início em Abril deste ano.

Até à data, já acompanhou cerca de 250 professores que estão a colocar em prática, em sala de aula, as metodologias apreendidas, com os seus alunos.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

O Banco de Fomento Angola (BFA) e o Ministério da Educação assinam amanhã,  dia 1 de Agosto, pelas 11h, um acordo de parceria, com vista a melhorar as condições de ensino nas escolas primárias da capital, através da metodologia “Ensinar a Ensinar”, do projecto CAPPRI.

O acordo enquadra-se no âmbito do programa de Responsabilidade Social do BFA que irá apoiar, durante o ano de 2019, o projecto de Capacitação para Professores Primários (CAPPRI), que está a actuar em todos os municípios da província de Luanda.

Nesta senda, duzentos e quarenta e três milhões de kwanzas é o valor total disponibilizado pela instituição bancária, apoio que permitirá melhorar as condições de ensino nas escolas primárias de Luanda e enquadra-se num conjunto mais abrangente de iniciativas que o BFA apoia.

Presenciam, entretanto, o acto, a ministra da Educação, Maria Cândida Pereira Teixeira, a administradora do BFA, Manuela Moreira, secretários de Estado da Educação e diversas entidades de ambas as instituições, num evento que decorrerá na sala magna do Ministério da Educação, 1º andar, de acordo com o comunicado enviado ao ONgoma News.

O projecto CAPPRI teve início em 2018 e é uma iniciativa do Ministério da Educação com o objectivo principal de preparar os professores, complementando o seu trabalho diário de uma forma lúdica, mais fácil e apelativa, através da metodologia “Ensinar a Ensinar”, com o apoio de um Guia Pedagógico.

Desde a sua criação, já capacitou cerca de 4500 professores primários, sendo que, com o apoio do BFA, será possível beneficiar e formar mais 5100, num total de 9600 docentes. O projecto já se encontra na fase de acompanhamento, que teve início em Abril deste ano.

Até à data, já acompanhou cerca de 250 professores que estão a colocar em prática, em sala de aula, as metodologias apreendidas, com os seus alunos.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form