Sociedade
Crime

Malanje: SIC recupera mais de 10 toneladas de material eléctrico roubado

Malanje: SIC recupera mais de 10 toneladas de material eléctrico roubado
Foto por:
vídeo por:
Jornal de Angola

 

Mais de dez toneladas de material eléctrico e uma cabine telefónica da Angola Telecom furtados foram apreendidos, quarta-feira, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), numa oficina mecânica, localizada no bairro do Cafucofuco, na cidade de Malanje.

O porta-voz do SIC em Malanje, superintendente Lindo Ngola, informou que o material apreendido teria como destino Luanda e foi descoberto numa altura em que a Polícia Nacional reforça o combate à vandalização de bens públicos.

O material estava acondicionado num contentor, em cujo interior foram também encontradas baterias e peças de reposição de viaturas e de motociclos. A cabine telefónica está em estado obsoleto e foi vendida a Andrade Afonso, de 58 anos, por funcionários da Angola Telecom, noticiou o Jornal de Angola.

Andrade Afonso, já detido pelo SIC, admitiu que os cabos eléctricos e outros materiais ferrosos seriam vendidos a empresas do sector industrial, na província de Luanda.
O porta-voz do SIC em Malanje reiterou a prontidão do Serviço de InvestigaçãoCriminal no combate à vandalização do património público e pediu a colaboraçãoda  população.

6galeria

Redacção

 

Mais de dez toneladas de material eléctrico e uma cabine telefónica da Angola Telecom furtados foram apreendidos, quarta-feira, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), numa oficina mecânica, localizada no bairro do Cafucofuco, na cidade de Malanje.

O porta-voz do SIC em Malanje, superintendente Lindo Ngola, informou que o material apreendido teria como destino Luanda e foi descoberto numa altura em que a Polícia Nacional reforça o combate à vandalização de bens públicos.

O material estava acondicionado num contentor, em cujo interior foram também encontradas baterias e peças de reposição de viaturas e de motociclos. A cabine telefónica está em estado obsoleto e foi vendida a Andrade Afonso, de 58 anos, por funcionários da Angola Telecom, noticiou o Jornal de Angola.

Andrade Afonso, já detido pelo SIC, admitiu que os cabos eléctricos e outros materiais ferrosos seriam vendidos a empresas do sector industrial, na província de Luanda.
O porta-voz do SIC em Malanje reiterou a prontidão do Serviço de InvestigaçãoCriminal no combate à vandalização do património público e pediu a colaboraçãoda  população.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form