Arte e Cultura
Concerto

Kizua Gourgel actua em concerto no Memorial Agostinho Neto

Kizua Gourgel actua em concerto no Memorial Agostinho Neto
Foto por:
vídeo por:
DR

O cantor angolano Kizua Gourgel vai realizar, nesta sexta-feira, dia 23, no Átrio do Memorial Dr. António Agostinho Neto, um concerto intimista, que terá início pelas 19h00, promovido pela referida instituição.

Num dueto do músico com o guitarrista Isaú Baptista, o evento acontece no intuito de fomentar o intercâmbio cultural e a participação em eventos culturais nacionais e internacionais, de acordo com o comunicado da organização, enviado ao ONgoma News.

Kizua Gourgel é herdeiro directo da trova angolana de intervenção política. Através dos seus pais, Beto Gourgel e Eila Hellevi Lehtinen, o artista ficou conhecido, para além de outros momentos notáveis que marcaram a sua carreira, pela interpretação de “Negra de carapinha dura”, uma canção do cantor e compositor Alberto Teta Lando.

Três momentos diacrónicos marcaram a formação musical do cantor e compositor: o primeiro foi o convívio musical com os seus pais na infância, depois a integração nos “Patinhos”, grupo infantil da Professora Rosa Roque, que antecedeu à formação das “Gingas do Maculusso”, onde permaneceu dos cinco aos vinte e dois anos de idade, e, por último, a entrega pessoal na pesquisa e aprendizagem do violão, por um processo de autodidactismo.

6galeria

Redacção

O cantor angolano Kizua Gourgel vai realizar, nesta sexta-feira, dia 23, no Átrio do Memorial Dr. António Agostinho Neto, um concerto intimista, que terá início pelas 19h00, promovido pela referida instituição.

Num dueto do músico com o guitarrista Isaú Baptista, o evento acontece no intuito de fomentar o intercâmbio cultural e a participação em eventos culturais nacionais e internacionais, de acordo com o comunicado da organização, enviado ao ONgoma News.

Kizua Gourgel é herdeiro directo da trova angolana de intervenção política. Através dos seus pais, Beto Gourgel e Eila Hellevi Lehtinen, o artista ficou conhecido, para além de outros momentos notáveis que marcaram a sua carreira, pela interpretação de “Negra de carapinha dura”, uma canção do cantor e compositor Alberto Teta Lando.

Três momentos diacrónicos marcaram a formação musical do cantor e compositor: o primeiro foi o convívio musical com os seus pais na infância, depois a integração nos “Patinhos”, grupo infantil da Professora Rosa Roque, que antecedeu à formação das “Gingas do Maculusso”, onde permaneceu dos cinco aos vinte e dois anos de idade, e, por último, a entrega pessoal na pesquisa e aprendizagem do violão, por um processo de autodidactismo.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form