Sociedade
Crime

Jovem de 23 anos abusada sexualmente na esquadra de Polícia por um agente

Jovem de 23 anos abusada sexualmente na esquadra de Polícia por um agente
Foto por:
vídeo por:
DR

Uma cidadã de 23 anos de idade foi agredida sexualmente, na madrugada do passado dia 09 deste mês, no interior da Esquadra de Polícia do Zango 5000, por um agente da Polícia Nacional, em serviço, soube o Comando Provincial de Luanda da corporação.

Num comunicado partilhado hoje na sua página oficial de Facebook, a PNA dá conta de que, de acordo com a vítima, o caso aconteceu quando a mesma compareceu à esquadra, por motivo de desentendimento com um prestador de serviço de táxi personalizado, para resolução de uma contenda entre ambos.

O piquete da referida esquadra, segundo o documento, recebeu a cidadã e, na sequência, instaurou o competente processo contra o agente em causa, e informa que o mesmo encontra-se detido, para os devidos trâmites legais.

Atento à situação, "o Comando Provincial de Luanda solidariza-se com a vítima, repudia todo e qualquer acto de agressão e apela a todos os cidadãos a denunciarem quaisquer actos que ponham em causa a ordem e tranquilidade públicas, bem como a integridade física e moral dos cidadãos", lê-se na nota.

Ademais, a instituição reafirma o seu compromisso de continuar a garantir a segurança dos cidadãos e dos seus bens.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

Uma cidadã de 23 anos de idade foi agredida sexualmente, na madrugada do passado dia 09 deste mês, no interior da Esquadra de Polícia do Zango 5000, por um agente da Polícia Nacional, em serviço, soube o Comando Provincial de Luanda da corporação.

Num comunicado partilhado hoje na sua página oficial de Facebook, a PNA dá conta de que, de acordo com a vítima, o caso aconteceu quando a mesma compareceu à esquadra, por motivo de desentendimento com um prestador de serviço de táxi personalizado, para resolução de uma contenda entre ambos.

O piquete da referida esquadra, segundo o documento, recebeu a cidadã e, na sequência, instaurou o competente processo contra o agente em causa, e informa que o mesmo encontra-se detido, para os devidos trâmites legais.

Atento à situação, "o Comando Provincial de Luanda solidariza-se com a vítima, repudia todo e qualquer acto de agressão e apela a todos os cidadãos a denunciarem quaisquer actos que ponham em causa a ordem e tranquilidade públicas, bem como a integridade física e moral dos cidadãos", lê-se na nota.

Ademais, a instituição reafirma o seu compromisso de continuar a garantir a segurança dos cidadãos e dos seus bens.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form