Ideias e Negócios
Encontro

Isenta leva Fidel Reis “À Conversa no Quintal”

Isenta leva Fidel Reis “À Conversa no Quintal”
Foto por:
vídeo por:
DR

Na próxima sexta-feira, dia 22, das 17h às 19h, o historiador angolano Fidel Reis será o convidado para o encontro “À Conversa no Quintal”, edição de Fevereiro, realizado pela Isenta (empresa de comunicação e imagem), que visa a partilha de experiências, aprendizado e descoberta de novas formas de fazer e estar, que possam inspirar a rede de parceiros, amigos e colegas de profissão.

Na última semana de cada mês, uma figura é convidada a sentar-se nosso quintal da organização para, durante duas horas, ficar à conversa com um grupo que inclui profissionais da comunicação, empresários, artistas, entre outros segmentos.

De acordo com o comunicado que recebemos, o que se pretende é que esta iniciativa aumente a aproximação entre os presentes, num ambiente em que um convidado principal possa, de forma descontraída, falar do seu trabalho, desafios e outras particularidades, permitindo uma percepção mais clara sobre os métodos e recursos usados na sua actividade, que acabam por fazer toda a diferença.

“É igualmente nossa intenção propiciar o surgimento da possibilidade de transmissão e transformação de conhecimentos em informação útil, que possa, de alguma forma, melhorar a perspectiva dos participantes sobre um determinado tema”, lê-se no documento, que adianta que, entretanto, a Isenta espera que o presente projecto possa ser visto, a curto e médio prazo, “como uma oportunidade para analisar como podemos apreender as experiências que serão partilhadas e adoptá-las na nossa vida e no nosso trabalho”.

“Exemplo de persistência, engenho e orientação para os resultados são as características que buscamos nos nossos convidados, sendo nossa expectativa saber quais são os valores que os motivam a continuar na estrada para construir uma Angola mais inclusiva”, dizem ainda os organizadores.

Fidel Reis é historiador de profissão, doutorado em História Moderna e Contemporânea: especialidade de História Política e Institucional no Período Contemporâneo pelo ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa.

É também docente na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, tendo como principais áreas de investigação a História Contemporânea de Angola na vertente política e institucional.

Em Novembro do ano passado, Fidel foi distinguido com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de Investigação em Ciências Humanas e Sociais.

Vencedor do campeonato de matraquilhos da ISENTA de 2018, o homem que alega odiar lavar a loiça, escreveu artigos que falam sobre a dinâmica do campo político angolano.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

Na próxima sexta-feira, dia 22, das 17h às 19h, o historiador angolano Fidel Reis será o convidado para o encontro “À Conversa no Quintal”, edição de Fevereiro, realizado pela Isenta (empresa de comunicação e imagem), que visa a partilha de experiências, aprendizado e descoberta de novas formas de fazer e estar, que possam inspirar a rede de parceiros, amigos e colegas de profissão.

Na última semana de cada mês, uma figura é convidada a sentar-se nosso quintal da organização para, durante duas horas, ficar à conversa com um grupo que inclui profissionais da comunicação, empresários, artistas, entre outros segmentos.

De acordo com o comunicado que recebemos, o que se pretende é que esta iniciativa aumente a aproximação entre os presentes, num ambiente em que um convidado principal possa, de forma descontraída, falar do seu trabalho, desafios e outras particularidades, permitindo uma percepção mais clara sobre os métodos e recursos usados na sua actividade, que acabam por fazer toda a diferença.

“É igualmente nossa intenção propiciar o surgimento da possibilidade de transmissão e transformação de conhecimentos em informação útil, que possa, de alguma forma, melhorar a perspectiva dos participantes sobre um determinado tema”, lê-se no documento, que adianta que, entretanto, a Isenta espera que o presente projecto possa ser visto, a curto e médio prazo, “como uma oportunidade para analisar como podemos apreender as experiências que serão partilhadas e adoptá-las na nossa vida e no nosso trabalho”.

“Exemplo de persistência, engenho e orientação para os resultados são as características que buscamos nos nossos convidados, sendo nossa expectativa saber quais são os valores que os motivam a continuar na estrada para construir uma Angola mais inclusiva”, dizem ainda os organizadores.

Fidel Reis é historiador de profissão, doutorado em História Moderna e Contemporânea: especialidade de História Política e Institucional no Período Contemporâneo pelo ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa.

É também docente na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, tendo como principais áreas de investigação a História Contemporânea de Angola na vertente política e institucional.

Em Novembro do ano passado, Fidel foi distinguido com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de Investigação em Ciências Humanas e Sociais.

Vencedor do campeonato de matraquilhos da ISENTA de 2018, o homem que alega odiar lavar a loiça, escreveu artigos que falam sobre a dinâmica do campo político angolano.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form