Actualidade
Economia

GUE-Online vai permitir criar empresas através da Internet

GUE-Online vai permitir criar empresas através da Internet
Foto por:
vídeo por:
DR

Ao mesmo tempo que o Guiché Único da Empresa (GUE), serviço público criado para facilitar o processo de constituição, alteração ou extinção e outros assuntos ligados às empresas, estendeu-se ontem à Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), foi lançado o serviço de Internet GUE-Online.

O Guiché coloca num único espaço o principal serviço público de constituição de empresas, GUE e a AIPEX, permitindo ao investidor abrir empresas, registar-se e poder aceder aos benefícios fiscais e outros incentivos decorrentes da Lei do Investimento Privado, de acordo com as declarações oficiais.

O atendimento é feito exclusivamente por marcações via telefone, WhatsApp ou e-mail, uma medida que resulta em ganhos de tempo para os utentes, sendo ainda que o serviço garante ao investidor o máximo de conforto, permitindo-lhe constituir empresas sem ter que deslocar-se às instalações do Guiché como acontecia até aqui, podendo praticar todos os actos no site.

Os pagamentos são feitos, também, via electrónica, por Multicaixa ou Internet Bankink, segundo foi explicado no lançamento dos dois serviços, criados no seguimento da estratégia da melhoria do ambiente de negócios para atrair o investimento, de acordo com o Jornal de Angola.

O Guiché Único da Empresa Online é um novo serviço público disponibilizado na internet através do SEPE (Serviço de Internet Público). Está disponível em www.sepe.gov.ao ou pelos aplicativos móveis. 

O ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, destacou, no acto de lançamento dos dois serviços, a estratégia do Governo para a melhoria contínua do ambiente de negócios no país, algo que passa pelo aprofundamento do diálogo com a classe empresarial, no quadro das reformas encetadas para a diversificação económica.

O responsável recordou que o Governo aposta no apoio à produção interna e à competitividade, disponibilizando à comunidade empresarial todos os instrumentos que permitem a criação de empresas sem constrangimentos, de que é exemplo o Guiché Único da Empresa.

Entretanto, o ministro notou que esse serviço surge numa altura em que a nova Lei do investimento privado em Angola é mais liberal, por dar mais espaço à iniciativa privada e conferir incentivos atractivos aos empresários, que podem aplicar melhorar as suas poupanças.

Considerou que a inauguração do GUE –AIPEX e o lançamento do GUE-Online relevam a importância pelo papel transcendental que assumem no investimento privado nacional e estrangeiro.

“Atrevo-me em afirmar que se está a operar uma revolução silenciosa e paulatina na economia nacional, que encontra expressão em algumas declarações do Chefe Estado quanto às novas modalidades de se fazer economia e de se incentivar o mercado e a iniciativa privada nacional”, referiu, destacando o diálogo que o Governo está a estabelecer e aprofundar com os empresários, sobretudo nacionais.

6galeria

Redacção

Ao mesmo tempo que o Guiché Único da Empresa (GUE), serviço público criado para facilitar o processo de constituição, alteração ou extinção e outros assuntos ligados às empresas, estendeu-se ontem à Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), foi lançado o serviço de Internet GUE-Online.

O Guiché coloca num único espaço o principal serviço público de constituição de empresas, GUE e a AIPEX, permitindo ao investidor abrir empresas, registar-se e poder aceder aos benefícios fiscais e outros incentivos decorrentes da Lei do Investimento Privado, de acordo com as declarações oficiais.

O atendimento é feito exclusivamente por marcações via telefone, WhatsApp ou e-mail, uma medida que resulta em ganhos de tempo para os utentes, sendo ainda que o serviço garante ao investidor o máximo de conforto, permitindo-lhe constituir empresas sem ter que deslocar-se às instalações do Guiché como acontecia até aqui, podendo praticar todos os actos no site.

Os pagamentos são feitos, também, via electrónica, por Multicaixa ou Internet Bankink, segundo foi explicado no lançamento dos dois serviços, criados no seguimento da estratégia da melhoria do ambiente de negócios para atrair o investimento, de acordo com o Jornal de Angola.

O Guiché Único da Empresa Online é um novo serviço público disponibilizado na internet através do SEPE (Serviço de Internet Público). Está disponível em www.sepe.gov.ao ou pelos aplicativos móveis. 

O ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, destacou, no acto de lançamento dos dois serviços, a estratégia do Governo para a melhoria contínua do ambiente de negócios no país, algo que passa pelo aprofundamento do diálogo com a classe empresarial, no quadro das reformas encetadas para a diversificação económica.

O responsável recordou que o Governo aposta no apoio à produção interna e à competitividade, disponibilizando à comunidade empresarial todos os instrumentos que permitem a criação de empresas sem constrangimentos, de que é exemplo o Guiché Único da Empresa.

Entretanto, o ministro notou que esse serviço surge numa altura em que a nova Lei do investimento privado em Angola é mais liberal, por dar mais espaço à iniciativa privada e conferir incentivos atractivos aos empresários, que podem aplicar melhorar as suas poupanças.

Considerou que a inauguração do GUE –AIPEX e o lançamento do GUE-Online relevam a importância pelo papel transcendental que assumem no investimento privado nacional e estrangeiro.

“Atrevo-me em afirmar que se está a operar uma revolução silenciosa e paulatina na economia nacional, que encontra expressão em algumas declarações do Chefe Estado quanto às novas modalidades de se fazer economia e de se incentivar o mercado e a iniciativa privada nacional”, referiu, destacando o diálogo que o Governo está a estabelecer e aprofundar com os empresários, sobretudo nacionais.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form