Sociedade
Inspecção

ANIESA incinera em Malanje 700 caixas de peixe deteriorado

ANIESA incinera em Malanje 700 caixas de peixe deteriorado
Foto por:
vídeo por:
DR

A Direcção Municipal da Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar de Malanje (ANIESA) incinerou nesse sábado setecentas caixas de peixe marionga, apreendidas num armazém de venda de fresco da cidade de Malanje, por estarem deterioras, numa acção desenvolvida em coordenação com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), enquadrada no âmbito das suas inspecções ordinárias.

Segundo o director da instituição, Jerónimo Martins, a empresa em causa teve perdas estimadas em três milhões e 500 mil kwanzas, sem avançar o valor da multa aplicado.

O responsável apelou para maior atenção dos consumidores durante a compra de bens, sobretudo perecíveis, bem como a denunciar práticas de comerciantes que ponham em risco a saúde pública, citado pela Angop.

Refira-se que a A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar (ANIESA) resulta da fusão dos serviços de inspecção sectorial da Indústria, Comércio, Turismo, Ambiente, Transportes, Saúde, Agricultura e Pescas.

Tem a missão de fiscalizar a actividade comercial e prestação de serviços mercantis, estabelecimentos de restauração e bebidas, discotecas e bares, cabeleireiros, centros de estéticas, armazéns, cantinas e refeitórios, recintos de diversão e de espectáculos, jogos e espaços de recreios.

Cabe igualmente à ANIESA inspeccionar os locais onde se procede a qualquer actividade comercial, designadamente os produtos acabados, além de fiscalizar o cumprimento dos deveres ou obrigações legais dos agentes económicos, entre outras tarefas.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

A Direcção Municipal da Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar de Malanje (ANIESA) incinerou nesse sábado setecentas caixas de peixe marionga, apreendidas num armazém de venda de fresco da cidade de Malanje, por estarem deterioras, numa acção desenvolvida em coordenação com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), enquadrada no âmbito das suas inspecções ordinárias.

Segundo o director da instituição, Jerónimo Martins, a empresa em causa teve perdas estimadas em três milhões e 500 mil kwanzas, sem avançar o valor da multa aplicado.

O responsável apelou para maior atenção dos consumidores durante a compra de bens, sobretudo perecíveis, bem como a denunciar práticas de comerciantes que ponham em risco a saúde pública, citado pela Angop.

Refira-se que a A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar (ANIESA) resulta da fusão dos serviços de inspecção sectorial da Indústria, Comércio, Turismo, Ambiente, Transportes, Saúde, Agricultura e Pescas.

Tem a missão de fiscalizar a actividade comercial e prestação de serviços mercantis, estabelecimentos de restauração e bebidas, discotecas e bares, cabeleireiros, centros de estéticas, armazéns, cantinas e refeitórios, recintos de diversão e de espectáculos, jogos e espaços de recreios.

Cabe igualmente à ANIESA inspeccionar os locais onde se procede a qualquer actividade comercial, designadamente os produtos acabados, além de fiscalizar o cumprimento dos deveres ou obrigações legais dos agentes económicos, entre outras tarefas.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form