Ciência & Tecnologia
Serviços

Angola Cables vai apresentar serviços inovadores no ANGOTIC

Angola Cables vai apresentar serviços inovadores no ANGOTIC
Foto por:
vídeo por:
DR

A Angola Cables, maior provedor de serviços de conectividade em Angola e operador de rede mais interconectado de África, marcará presença no ANGOTIC 2023 com novos produtos e serviços que tem estado a desenvolver, sobretudo para o sector de Oil & Gas.

Com a participação nesse que é um dos principais eventos de Tecnologias de Informação e Comunicação, a multinacional quer fortalecer o seu posicionamento como uma das empresas mais estratégicas do sector das telecomunicações, pois que mais de 70% das comunicações do continente passam pela sua rede.

Ângelo Gama, seu CEO, afirma, citado no comunicado que recebemos, que um evento como o ANGOTIC é sem sombra de dúvidas uma excelente montra para os players do sector apresentarem os seus produtos e serviços, e estarem a par das novidades nos sectores tecnológico e digital.

“O evento servirá também para a Angola Cables demonstrar a sua capacidade de entrega de serviços essenciais de conectividade e de segurança, e de forma significativa contribuir para a criação de soluções para o fomento da economia digital”, continuou.

Para esta edição do ANGOTIC, a companhia pretende mais uma vez demonstrar as suas soluções de conectividade, armazenamento e segurança, desenvolvidas especificamente para o mercado angolano, e apresentar uma série de serviços e soluções inovadoras, onde se destacam o O&G DIBR (Digital Innovation Business Response), iniciativa com a qual pretende posicionar-se como o gateway analista de roteamentos de internet, soluções de segurança e cloud para as redes petrolíferas que se ligam de Angola aos pontos mundiais.

A Angola Cables apresenta ainda neste evento o seu programa de responsabilidade digital Acelera NET com uma segunda edição que pretende dar força às startups digitais que, depois de pré-seleccionadas, têm no fórum a oportunidade de apresentarem projectos inovadores, perante um corpo de jurados e potenciais investidores.

Nessa edição do programa, iniciativa estratégica do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS) e do Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), e que conta com apoio da Angola Cables, procura impulsionar a economia digital em Angola, pretende-se seleccionar não só os pequenos provedores de serviços de internet (ISP), mas também startups que actuam no sector digital (com serviços de hospedagem de domínios e armazenamento em nuvem) e o seu lançamento oficial será feito no ANGOTIC.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

A Angola Cables, maior provedor de serviços de conectividade em Angola e operador de rede mais interconectado de África, marcará presença no ANGOTIC 2023 com novos produtos e serviços que tem estado a desenvolver, sobretudo para o sector de Oil & Gas.

Com a participação nesse que é um dos principais eventos de Tecnologias de Informação e Comunicação, a multinacional quer fortalecer o seu posicionamento como uma das empresas mais estratégicas do sector das telecomunicações, pois que mais de 70% das comunicações do continente passam pela sua rede.

Ângelo Gama, seu CEO, afirma, citado no comunicado que recebemos, que um evento como o ANGOTIC é sem sombra de dúvidas uma excelente montra para os players do sector apresentarem os seus produtos e serviços, e estarem a par das novidades nos sectores tecnológico e digital.

“O evento servirá também para a Angola Cables demonstrar a sua capacidade de entrega de serviços essenciais de conectividade e de segurança, e de forma significativa contribuir para a criação de soluções para o fomento da economia digital”, continuou.

Para esta edição do ANGOTIC, a companhia pretende mais uma vez demonstrar as suas soluções de conectividade, armazenamento e segurança, desenvolvidas especificamente para o mercado angolano, e apresentar uma série de serviços e soluções inovadoras, onde se destacam o O&G DIBR (Digital Innovation Business Response), iniciativa com a qual pretende posicionar-se como o gateway analista de roteamentos de internet, soluções de segurança e cloud para as redes petrolíferas que se ligam de Angola aos pontos mundiais.

A Angola Cables apresenta ainda neste evento o seu programa de responsabilidade digital Acelera NET com uma segunda edição que pretende dar força às startups digitais que, depois de pré-seleccionadas, têm no fórum a oportunidade de apresentarem projectos inovadores, perante um corpo de jurados e potenciais investidores.

Nessa edição do programa, iniciativa estratégica do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS) e do Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), e que conta com apoio da Angola Cables, procura impulsionar a economia digital em Angola, pretende-se seleccionar não só os pequenos provedores de serviços de internet (ISP), mas também startups que actuam no sector digital (com serviços de hospedagem de domínios e armazenamento em nuvem) e o seu lançamento oficial será feito no ANGOTIC.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form