Sociedade
Candidatura

Álvaro Leal corre pela presidência do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional

Álvaro Leal corre pela presidência do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional
Foto por:
vídeo por:
DR

O superintendente-chefe da Polícia Nacional Álvaro Augusto Leal é um dos candidatos à presidência do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional (CPPPN), título ao qual concorrem 4 cabeças de lista e cuja eleição acontece a 30 do mês em curso, numa campanha com foco na transformação e na implementação de reformas que visam beneficiar cada vez mais os associados da corporação.

Entre as linhas mestras do ‘cabeça’ da Lista B estão a realização condigna da execução orçamental, de acordo com os princípios da boa gestão, a regularização dos mecanismos de arrecadação das receitas, a renegociação do pagamento das dívidas de terceiros, a actualização da pensão de reforma por invalidez de modo gradual, bem como a redução do valor de rendas vitalícias para facilitar e encorajar o pagamento contínuo.

O candidato, nessa corrida que "tem despertado a atenção do público" e onde são ainda oncorrentes o superintende-chefe Gilberto Neto, o sub-comissário Domingos Gerónimo, o comissário Alberto Limão e o comissário-chefe António Gimbe, é pós-graduado em Direito e Segurança Social, especialista em Investigação Criminal e Instrução Processual, além de conselheiro do Comandante-Geral da PNA.

Essa campanha foi anunciada há quase um mês pela Comissão Eleitoral Nacional do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, quando fez saber que foram validadas cinco candidaturas à presidência daquele órgão, cujo pleito eleitoral acontece no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais, segundo a nota que recebemos.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

O superintendente-chefe da Polícia Nacional Álvaro Augusto Leal é um dos candidatos à presidência do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional (CPPPN), título ao qual concorrem 4 cabeças de lista e cuja eleição acontece a 30 do mês em curso, numa campanha com foco na transformação e na implementação de reformas que visam beneficiar cada vez mais os associados da corporação.

Entre as linhas mestras do ‘cabeça’ da Lista B estão a realização condigna da execução orçamental, de acordo com os princípios da boa gestão, a regularização dos mecanismos de arrecadação das receitas, a renegociação do pagamento das dívidas de terceiros, a actualização da pensão de reforma por invalidez de modo gradual, bem como a redução do valor de rendas vitalícias para facilitar e encorajar o pagamento contínuo.

O candidato, nessa corrida que "tem despertado a atenção do público" e onde são ainda oncorrentes o superintende-chefe Gilberto Neto, o sub-comissário Domingos Gerónimo, o comissário Alberto Limão e o comissário-chefe António Gimbe, é pós-graduado em Direito e Segurança Social, especialista em Investigação Criminal e Instrução Processual, além de conselheiro do Comandante-Geral da PNA.

Essa campanha foi anunciada há quase um mês pela Comissão Eleitoral Nacional do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, quando fez saber que foram validadas cinco candidaturas à presidência daquele órgão, cujo pleito eleitoral acontece no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais, segundo a nota que recebemos.

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form