Actualidade
Educação

Zaire: Novo director provincial da Educação promete maior transparência nos concursos públicos

Zaire: Novo director provincial da Educação promete maior transparência nos concursos públicos
Foto por:
vídeo por:
DR

O novo director do Gabinete Provincial do Zaire da Educação, José Luís Amélia, declarou, ontem, terça-feira, em Mbanza Kongo, que vai trabalhar para uma maior transparência nos próximos concursos públicos de ingresso de novos professores, em função das graves irregularidades que se registaram, traduzidas em fraude e alegada corrupção, no último concurso público de ingresso na carreira docente, realizado em Julho de 2018 na região.

O responsável falava à imprensa, após ter sido empossado pelo governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, em substituição de Ângelo dos Passos, que exerceu essa função cerca de dois anos.

Garantir uma educação de qualidade, de modo a formar quadros capazes de fazerem face aos desafios do país e da região constitui, ainda, uma das apostas de José Luís Amélia, que antes da sua nomeação exercia funções partidárias no comité provincial do MPLA.

Disse também que espera, citado pela Angop, uma maior interacção com o professorado local, lembrando que essa classe é uma peça essencial para o funcionamento de todo o sistema de ensino e aprendizagem e que não deve ser descurada.

Na mesma cerimónia, testemunhada por demais membros do governo e da administração municipal de Mbanza Kongo, tomou também posse o novo director do gabinete provincial das Obras Públicas, Augusto Neves Tiago, que regressa assim ao cargo que ocupou de 2009 a 2012.

O governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, que efectua assim a primeira mexida no seu pelouro, desde que assumiu a direcção da província, em Setembro do ano passado, disse, em breves considerações, esperar uma maior dinâmica dos recém-empossados, que considerou granjearem já experiência nas áreas para as quais foram indicados.

6galeria

Redacção

O novo director do Gabinete Provincial do Zaire da Educação, José Luís Amélia, declarou, ontem, terça-feira, em Mbanza Kongo, que vai trabalhar para uma maior transparência nos próximos concursos públicos de ingresso de novos professores, em função das graves irregularidades que se registaram, traduzidas em fraude e alegada corrupção, no último concurso público de ingresso na carreira docente, realizado em Julho de 2018 na região.

O responsável falava à imprensa, após ter sido empossado pelo governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, em substituição de Ângelo dos Passos, que exerceu essa função cerca de dois anos.

Garantir uma educação de qualidade, de modo a formar quadros capazes de fazerem face aos desafios do país e da região constitui, ainda, uma das apostas de José Luís Amélia, que antes da sua nomeação exercia funções partidárias no comité provincial do MPLA.

Disse também que espera, citado pela Angop, uma maior interacção com o professorado local, lembrando que essa classe é uma peça essencial para o funcionamento de todo o sistema de ensino e aprendizagem e que não deve ser descurada.

Na mesma cerimónia, testemunhada por demais membros do governo e da administração municipal de Mbanza Kongo, tomou também posse o novo director do gabinete provincial das Obras Públicas, Augusto Neves Tiago, que regressa assim ao cargo que ocupou de 2009 a 2012.

O governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, que efectua assim a primeira mexida no seu pelouro, desde que assumiu a direcção da província, em Setembro do ano passado, disse, em breves considerações, esperar uma maior dinâmica dos recém-empossados, que considerou granjearem já experiência nas áreas para as quais foram indicados.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form