Actualidade
Telecomunicações

Vendas da Huawei crescem 3,8% em 2020

Vendas da Huawei crescem 3,8% em 2020
Foto por:
vídeo por:
DR

Apesar de uma desaceleração do desempenho financeiro da empresa em 2020, a Huawei registou vendas avaliadas em 891,4 biliões de yuans ( mais de 135,6 bilões de dólares) o que equivale a um aumento de 3,8% anual. Por sua vez, o lucro líquido atingiu 64,4 biliões de yuans, um aumento de 3,2% em relação ao ano anterior.

De acordo com uma nota de imprensa enviada ao ONgoma News, apesar das dificuldades operacionais decorrentes das sanções impostas pelos Estados Unidos em 2019 e 2020, a Huawei voltou a convidar a KPMG para realizar uma auditoria independente e objectiva das suas demonstrações financeiras, sendo que o documento produzido pela KPMG não levanta ressalvas. “Independentemente das circunstâncias, a Huawei continuará a agir de forma transparente, divulgando dados operacionais a governos, clientes, fornecedores, funcionários e parceiros. Em 2020, o negócio de operadoras da Huawei continuou a garantir a operação estável de mais de 1.500 redes em mais de 170 países e regiões, ajudando a possibilitar o teletrabalho, a educação online e as compras por Internet durante os spin-offs de COVID-19", lê-se no comunicado da multinacional, que afirma que, em colaboração com operadoras em todo o mundo, ajudou fornecer "uma experiência conectada de qualidade superior e ultrapassou a cifra de 3.000 projectos de inovação 5G em mais de 20 sectores, incluindo mineração de carvão, produção de aço, portos e manufactura".

 “Continuámos a trazer inovações para criar valor para os nossos clientes"

Ainda de acordo com o documento, no ano passado, "os negócios corporativos da Huawei intensificaram os esforços para desenvolver soluções inovadoras em vários sectores e para criar um ecossistema digital que prospera na co-criação e no sucesso compartilhado". Ademais, lê-se, "durante a pandemia, a Huawei forneceu soluções e conhecimentos técnicos essenciais na batalha contra o vírus. Os exemplos incluem a solução de diagnóstico assistido por IA, baseada na HUAWEI CLOUD, que ajudou hospitais em todo o mundo a reduzir a carga sobre a infra-estrutura médica. A Huawei também colaborou com os seus parceiros para desenvolver plataformas de aprendizagem online baseadas na nuvem para mais de 50 milhões de alunos do ensino fundamental e médio".

Citado na nota de imprensa enviada à redacção do ONgoma News, Ken Hu, presidente rotativo da Huawei, assegurou que a empresa se mantém firme diante das adversidades.  “Continuámos a trazer inovações para criar valor para os nossos clientes, ajudar a combater a pandemia e promover a recuperação económica e o progresso social em todo o mundo. Aproveitámos também esta oportunidade para optimizar as nossas operações, resultando num desempenho amplamente em linha com as expectativas. Continuaremos a colaborar com os nossos clientes e parceiros para promover o progresso social, o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável", garantiu.

Sobre a Huawei

Fundada em 1987, a Huawei é um dos maiores fornecedores mundiais de infra-estrutura e dispositivos inteligentes de tecnologia de informação e comunicação (ICT). Tem aproximadamente 197.000 funcionários e opera em mais de 170 países e regiões, atendendo a mais de três biliões de pessoas em todo o mundo.

6galeria

Redacção

Apesar de uma desaceleração do desempenho financeiro da empresa em 2020, a Huawei registou vendas avaliadas em 891,4 biliões de yuans ( mais de 135,6 bilões de dólares) o que equivale a um aumento de 3,8% anual. Por sua vez, o lucro líquido atingiu 64,4 biliões de yuans, um aumento de 3,2% em relação ao ano anterior.

De acordo com uma nota de imprensa enviada ao ONgoma News, apesar das dificuldades operacionais decorrentes das sanções impostas pelos Estados Unidos em 2019 e 2020, a Huawei voltou a convidar a KPMG para realizar uma auditoria independente e objectiva das suas demonstrações financeiras, sendo que o documento produzido pela KPMG não levanta ressalvas. “Independentemente das circunstâncias, a Huawei continuará a agir de forma transparente, divulgando dados operacionais a governos, clientes, fornecedores, funcionários e parceiros. Em 2020, o negócio de operadoras da Huawei continuou a garantir a operação estável de mais de 1.500 redes em mais de 170 países e regiões, ajudando a possibilitar o teletrabalho, a educação online e as compras por Internet durante os spin-offs de COVID-19", lê-se no comunicado da multinacional, que afirma que, em colaboração com operadoras em todo o mundo, ajudou fornecer "uma experiência conectada de qualidade superior e ultrapassou a cifra de 3.000 projectos de inovação 5G em mais de 20 sectores, incluindo mineração de carvão, produção de aço, portos e manufactura".

 “Continuámos a trazer inovações para criar valor para os nossos clientes"

Ainda de acordo com o documento, no ano passado, "os negócios corporativos da Huawei intensificaram os esforços para desenvolver soluções inovadoras em vários sectores e para criar um ecossistema digital que prospera na co-criação e no sucesso compartilhado". Ademais, lê-se, "durante a pandemia, a Huawei forneceu soluções e conhecimentos técnicos essenciais na batalha contra o vírus. Os exemplos incluem a solução de diagnóstico assistido por IA, baseada na HUAWEI CLOUD, que ajudou hospitais em todo o mundo a reduzir a carga sobre a infra-estrutura médica. A Huawei também colaborou com os seus parceiros para desenvolver plataformas de aprendizagem online baseadas na nuvem para mais de 50 milhões de alunos do ensino fundamental e médio".

Citado na nota de imprensa enviada à redacção do ONgoma News, Ken Hu, presidente rotativo da Huawei, assegurou que a empresa se mantém firme diante das adversidades.  “Continuámos a trazer inovações para criar valor para os nossos clientes, ajudar a combater a pandemia e promover a recuperação económica e o progresso social em todo o mundo. Aproveitámos também esta oportunidade para optimizar as nossas operações, resultando num desempenho amplamente em linha com as expectativas. Continuaremos a colaborar com os nossos clientes e parceiros para promover o progresso social, o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável", garantiu.

Sobre a Huawei

Fundada em 1987, a Huawei é um dos maiores fornecedores mundiais de infra-estrutura e dispositivos inteligentes de tecnologia de informação e comunicação (ICT). Tem aproximadamente 197.000 funcionários e opera em mais de 170 países e regiões, atendendo a mais de três biliões de pessoas em todo o mundo.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form