Actualidade
Política

UNITA diz que o MPLA não cumpriu promessa sobre a realização das autarquias

UNITA diz que o MPLA não cumpriu promessa sobre a realização das autarquias
Foto por:
vídeo por:
DR

A deputada da UNITA, Mihaela Weba, acusou o MPLA de ter quebrado a promessa em relação à realização das eleições autárquicas neste ano, sublinhando que o partido no poder teme o pleito.

Para Mihaela Weba, que falou durante um Debate sobre Autarquias Locais em Angola, por vídeo-conferência, promovido pela Mosaiko Angola, o “MPLA, mais uma vez, não vai cumprir a promessa de institucionalizar as autarquias porque teme descentralizar e devolver o poder aos cidadãos”.

No seu entender, Angola ainda não é um Estado Democrático e de Direito, por ainda não ter realizado eleições autárquicas, e precisou entao que “as eleições autárquicas são necessárias para que Angola seja de facto um Estado Democrático e de Direito”.

Mas o MPLA reafirma autarquias para o “momento certo”.

Citado pela Angop, o secretário do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, esclareceu, durante o debate, que o partido que representa não tem necessidade de temer a realização das eleições autárquicas, tendo sublinhando que nas eleições gerais de 2017 a formação política em que milita venceu o escrutínio em mais de 150 dos 164 municípios do país.

“Não temos medo das eleições autárquicas. Estamos a seleccionar os nossos futuros presidentes de câmaras e candidatos a membros das assembleias municipais”, informou o político, para quem o MPLA tem a responsabilidade de realizar as eleições autárquicas com apoios de todos os partidos políticos e da sociedade civil.

Segundo o interveniente, independentemente da forma como cada um olha para a problemática das autarquias, torna-se importante observar o que ocorre no mundo nos últimos meses, numa alusão à Covid-19.

Para Mário Pinto de Andrade, a questão da realização das autarquias deve ser vista com serenidade e bom-senso, pois deverá acontecer no momento certo”.

6galeria

Redacção

A deputada da UNITA, Mihaela Weba, acusou o MPLA de ter quebrado a promessa em relação à realização das eleições autárquicas neste ano, sublinhando que o partido no poder teme o pleito.

Para Mihaela Weba, que falou durante um Debate sobre Autarquias Locais em Angola, por vídeo-conferência, promovido pela Mosaiko Angola, o “MPLA, mais uma vez, não vai cumprir a promessa de institucionalizar as autarquias porque teme descentralizar e devolver o poder aos cidadãos”.

No seu entender, Angola ainda não é um Estado Democrático e de Direito, por ainda não ter realizado eleições autárquicas, e precisou entao que “as eleições autárquicas são necessárias para que Angola seja de facto um Estado Democrático e de Direito”.

Mas o MPLA reafirma autarquias para o “momento certo”.

Citado pela Angop, o secretário do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, esclareceu, durante o debate, que o partido que representa não tem necessidade de temer a realização das eleições autárquicas, tendo sublinhando que nas eleições gerais de 2017 a formação política em que milita venceu o escrutínio em mais de 150 dos 164 municípios do país.

“Não temos medo das eleições autárquicas. Estamos a seleccionar os nossos futuros presidentes de câmaras e candidatos a membros das assembleias municipais”, informou o político, para quem o MPLA tem a responsabilidade de realizar as eleições autárquicas com apoios de todos os partidos políticos e da sociedade civil.

Segundo o interveniente, independentemente da forma como cada um olha para a problemática das autarquias, torna-se importante observar o que ocorre no mundo nos últimos meses, numa alusão à Covid-19.

Para Mário Pinto de Andrade, a questão da realização das autarquias deve ser vista com serenidade e bom-senso, pois deverá acontecer no momento certo”.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form