Actualidade
Política

União Europeia pretende disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola

União Europeia pretende disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola
Foto por:
vídeo por:
DR

A União Europeia (UE) vai disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola na implementação de programas para mitigar o impacto da pandemia do novo coronavírus, informou ontem, quarta-feira, em Luanda, o embaixador da organização no país.

Tomás Ulicny, que falou no final da audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República, João Lourenço, em declarações à imprensa, sublinhou que o financiamento vai servir, também, para apoiar os programas ligados ao fundo de desenvolvimento, no âmbito da EU, em curso na região sul de Angola.

Durante a audiência de aproximadamente duas horas, o diplomata falou dos preparativos da próxima Cimeira União Europeia/União Africana, que decorrerá nos dias 28 e 29 de Outubro, em Bruxelas (Bélgica), considerando que a presença do Presidente João Lourenço, na cimeira de Bruxelas, vai contribuir para o reforço da nova parceira Angola-UE, de acordo com a Angop.

A situação na República Centro Africana, na República Democrática do Congo e em Moçambique foi, também, analisada no encontro entre o Chefe de Estado angolano e Tomás Ulicny.

6galeria

Redacção

A União Europeia (UE) vai disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola na implementação de programas para mitigar o impacto da pandemia do novo coronavírus, informou ontem, quarta-feira, em Luanda, o embaixador da organização no país.

Tomás Ulicny, que falou no final da audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República, João Lourenço, em declarações à imprensa, sublinhou que o financiamento vai servir, também, para apoiar os programas ligados ao fundo de desenvolvimento, no âmbito da EU, em curso na região sul de Angola.

Durante a audiência de aproximadamente duas horas, o diplomata falou dos preparativos da próxima Cimeira União Europeia/União Africana, que decorrerá nos dias 28 e 29 de Outubro, em Bruxelas (Bélgica), considerando que a presença do Presidente João Lourenço, na cimeira de Bruxelas, vai contribuir para o reforço da nova parceira Angola-UE, de acordo com a Angop.

A situação na República Centro Africana, na República Democrática do Congo e em Moçambique foi, também, analisada no encontro entre o Chefe de Estado angolano e Tomás Ulicny.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form