Sociedade
Educação

União dos Chineses Voluntários beneficia UAN com bolsas de estudo

União dos Chineses Voluntários beneficia UAN com bolsas de estudo
Foto por:
vídeo por:
DR

Doze milhões de kwanzas é o valor global a ser disponibilizado pela União dos Chineses Voluntários em Angola e a Associação de Comércio da Província de Anhiu (China), num período de cinco anos, para seis bolseiros internos da Universidade Agostinho Neto (UAN).

As bolsas são destinadas a beneficiar três estudantes com dificuldades económicas e três portadores de deficiência física, ficou a saber anteontem a Angop, pelo presidente da União dos Chineses Voluntários, Shang Jinge, que afirmou que os valores serão disponibilizados de forma faseada, na ordem de dois milhões e quatrocentos kwanzas por ano.

Além dos estudantes que beneficiarem das bolsas, outros terão oportunidade de emprego em empresas chinesas membros da referida associação em Angola.

Durante um encontro com a reitoria da UAN, foi rubricado um termo de entrega correspondente à primeira parcela, ou seja, valor para o ano lectivo 2019.

O acto do género foi efectuado na Universidade Católica de Angola, em que foi disponibilizado nove milhões e seiscentos mil kwanzas para quatro bolseiros com os problemas referidos.

6galeria

Redacção

Doze milhões de kwanzas é o valor global a ser disponibilizado pela União dos Chineses Voluntários em Angola e a Associação de Comércio da Província de Anhiu (China), num período de cinco anos, para seis bolseiros internos da Universidade Agostinho Neto (UAN).

As bolsas são destinadas a beneficiar três estudantes com dificuldades económicas e três portadores de deficiência física, ficou a saber anteontem a Angop, pelo presidente da União dos Chineses Voluntários, Shang Jinge, que afirmou que os valores serão disponibilizados de forma faseada, na ordem de dois milhões e quatrocentos kwanzas por ano.

Além dos estudantes que beneficiarem das bolsas, outros terão oportunidade de emprego em empresas chinesas membros da referida associação em Angola.

Durante um encontro com a reitoria da UAN, foi rubricado um termo de entrega correspondente à primeira parcela, ou seja, valor para o ano lectivo 2019.

O acto do género foi efectuado na Universidade Católica de Angola, em que foi disponibilizado nove milhões e seiscentos mil kwanzas para quatro bolseiros com os problemas referidos.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form