Arte e Cultura
Feira de Arte

Solo de Pedro Pires marca regresso da TINAWC à feira AKAA

Solo de Pedro Pires marca regresso da TINAWC à feira AKAA
Foto por:
vídeo por:
DR

A This Is Not A White Cube (TINAWC) é uma das 40 galerias internacionais seleccionadas para a 4ª edição da AKAA (Also Known As Africa) – Feira Internacional de Arte Africana de Paris, que decorre entres de 9 a 11 deste mês, onde estará representada pelo artista luso-angolano Pedro Pires.

Nessa que é a única feira em França dedicada à arte contemporânea africana, a ter lugar no Centro Cultural Carreau Du Temple, Pedro Pires vai apresentar o projecto “Gardens”, que, sob a curadoria de Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro, aborda o tema da identidade, que tem vindo a ser, ao longo dos últimos anos, objecto central na obra do autor, e propõe ainda uma abordagem performativa como modelo de exibição, explorando a relação entre performance e instalação como paradigma de transformação formal do espaço expositivo e de transformação relacional com o público.

Através deste modelo, o artista confere uma dimensão participativa ao projecto para enfatizar a importância do papel que o público assume no contexto da sua produção artística e de pensamento crítico na contemporaneidade.

Num cubo 3x3x3m, ele apresenta duas séries inéditas de trabalhos realizados em papel, intituladas “Specific” e “Universal”, duas obras de escultura e uma instalação de dimensão monumental, em metamorfose constante, que configura o epicentro do projecto e que lhe dá nome.

Com base num jogo mental alicerçado nas noções de realidade e artificialidade, o conjunto promove uma reflexão teórica sobre os modelos de construção da identidade individual e colectiva e a forma como esta se pode estabelecer a partir da relação entre a aparência física e os ideais dos indivíduos, de acordo com o referido no comunicado que recebemos.

Com mais de uma centena de artistas representados por galerias de todos os cantos do globo, a feira posiciona-se como um palco que dá a conhecer a forma como a energia criativa de África influencia a arte contemporânea em todo o mundo.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A This Is Not A White Cube (TINAWC) é uma das 40 galerias internacionais seleccionadas para a 4ª edição da AKAA (Also Known As Africa) – Feira Internacional de Arte Africana de Paris, que decorre entres de 9 a 11 deste mês, onde estará representada pelo artista luso-angolano Pedro Pires.

Nessa que é a única feira em França dedicada à arte contemporânea africana, a ter lugar no Centro Cultural Carreau Du Temple, Pedro Pires vai apresentar o projecto “Gardens”, que, sob a curadoria de Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro, aborda o tema da identidade, que tem vindo a ser, ao longo dos últimos anos, objecto central na obra do autor, e propõe ainda uma abordagem performativa como modelo de exibição, explorando a relação entre performance e instalação como paradigma de transformação formal do espaço expositivo e de transformação relacional com o público.

Através deste modelo, o artista confere uma dimensão participativa ao projecto para enfatizar a importância do papel que o público assume no contexto da sua produção artística e de pensamento crítico na contemporaneidade.

Num cubo 3x3x3m, ele apresenta duas séries inéditas de trabalhos realizados em papel, intituladas “Specific” e “Universal”, duas obras de escultura e uma instalação de dimensão monumental, em metamorfose constante, que configura o epicentro do projecto e que lhe dá nome.

Com base num jogo mental alicerçado nas noções de realidade e artificialidade, o conjunto promove uma reflexão teórica sobre os modelos de construção da identidade individual e colectiva e a forma como esta se pode estabelecer a partir da relação entre a aparência física e os ideais dos indivíduos, de acordo com o referido no comunicado que recebemos.

Com mais de uma centena de artistas representados por galerias de todos os cantos do globo, a feira posiciona-se como um palco que dá a conhecer a forma como a energia criativa de África influencia a arte contemporânea em todo o mundo.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form