Sociedade
Educação

Rede Nacional de Transportes firma acordo de cooperação com universidades angolanas

Rede Nacional de Transportes firma acordo de cooperação com universidades angolanas
Foto por:
vídeo por:
DR

A Rede Nacional de Transporte de Electricidade (RNT-EP) assinou, nesta quinta-feira, em Luanda, um protocolo de cooperação com quatro instituições do ensino superior angolanas, com o objectivo de promover estágios aos finalistas dos cursos nas áreas de engenharia.

Serão beneficiários os melhores estudantes dos cursos de Electrotecnia e Electromecânica das universidades Agostinho Neto e Jean Piaget,  bem como do Instituto Superior Politécnico Alvorecer da Juventude (ISPAJ) e do Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências (ISPTEC).

Este acordo foi possível com o apoio da Ordem dos Engenheiros de Angola, que intermediou a acção com o objectivo de melhor qualificar os técnicos.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da RNT, Rui Gourgel, este acordo é um instrumento que visa assegurar os estágios de finalistas para contribuir para a qualidade dos formandos na vertente prática, e assegurou que este processo será contínuo, por preencher uma lacuna destinada a munir os estudantes com práticas para facilmente serem inseridos no mercado de trabalho.

O responsável salientou que os melhores estudantes poderão ser inseridos na instituição como funcionários, e na ocasião, o bastonário da Ordem dos Engenheiros de Angola, Paulino Neto, disse que a organização vai continuar a dar o seu contributo para que os técnicos formados no país tenham a capacidade de exercer a profissão com qualidade.

Os líderes das instituições de ensino, citados pela Angop, agradeceram a iniciativa da RNT e apelaram as demais instituições a se juntarem a elas para garantir que os estudantes aliem a teoria à prática nos mais variados ramos do saber.

A Rede Nacional de Transporte de Electricidade resulta da incorporação dos activos da Unidade de Negócio de Transporte da extinta ENE, desenvolvendo as suas actividades em todo território nacional.

Tem por objecto principal o transporte de energia eléctrica através da exploração da Rede Nacional de Transporte, que compreende a rede de  Alta Tensão (MAT), a rede de interligação, as instalações de despacho nacional e os bens e direitos conexos, em paralelo com a função de operador de mercado (comprador único), nos termos da concessão da lei geral da electricidade e seus regulamentos.

6galeria

Redacção

A Rede Nacional de Transporte de Electricidade (RNT-EP) assinou, nesta quinta-feira, em Luanda, um protocolo de cooperação com quatro instituições do ensino superior angolanas, com o objectivo de promover estágios aos finalistas dos cursos nas áreas de engenharia.

Serão beneficiários os melhores estudantes dos cursos de Electrotecnia e Electromecânica das universidades Agostinho Neto e Jean Piaget,  bem como do Instituto Superior Politécnico Alvorecer da Juventude (ISPAJ) e do Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências (ISPTEC).

Este acordo foi possível com o apoio da Ordem dos Engenheiros de Angola, que intermediou a acção com o objectivo de melhor qualificar os técnicos.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da RNT, Rui Gourgel, este acordo é um instrumento que visa assegurar os estágios de finalistas para contribuir para a qualidade dos formandos na vertente prática, e assegurou que este processo será contínuo, por preencher uma lacuna destinada a munir os estudantes com práticas para facilmente serem inseridos no mercado de trabalho.

O responsável salientou que os melhores estudantes poderão ser inseridos na instituição como funcionários, e na ocasião, o bastonário da Ordem dos Engenheiros de Angola, Paulino Neto, disse que a organização vai continuar a dar o seu contributo para que os técnicos formados no país tenham a capacidade de exercer a profissão com qualidade.

Os líderes das instituições de ensino, citados pela Angop, agradeceram a iniciativa da RNT e apelaram as demais instituições a se juntarem a elas para garantir que os estudantes aliem a teoria à prática nos mais variados ramos do saber.

A Rede Nacional de Transporte de Electricidade resulta da incorporação dos activos da Unidade de Negócio de Transporte da extinta ENE, desenvolvendo as suas actividades em todo território nacional.

Tem por objecto principal o transporte de energia eléctrica através da exploração da Rede Nacional de Transporte, que compreende a rede de  Alta Tensão (MAT), a rede de interligação, as instalações de despacho nacional e os bens e direitos conexos, em paralelo com a função de operador de mercado (comprador único), nos termos da concessão da lei geral da electricidade e seus regulamentos.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form