Actualidade
Comunicação, o Espelho de um País

Primeiro livro de Wilsony dos Santos visa reflectir sobre o peso da comunicação no quotidiano

Primeiro livro de Wilsony dos Santos visa reflectir sobre o peso da comunicação no quotidiano
Foto por:
vídeo por:
Osvaldo da Silva

O jornalista Wilsony dos Santos vai lançar amanhã, pelas 18h00, na Casa da Imprensa, em Lisboa, o seu primeiro livro, intitulado "Comunicação, o Espelho de um País".

O livro é uma compilação de entrevistas efectuadas pelo autor, no programa de rádio “Mais Comunicação”, emitido na Rádio Kairós, pelo qual passaram  profissionais que são, em alguns casos, referências incontornáveis nas diferentes áreas da comunicação, quer no país, quer a nível internacional, através do qual o autor quis “dar a conhecer estes testemunhos, partilha de opiniões, saberes e experiências”, lê-se num comunicado.

Segundo o documento a que tivemos acesso, a obra representa um desafio, uma aposta e um convite que o jornalista faz a si próprio e (não apenas) aos jovens profissionais da área, para um caminho profissional cimentado no conhecimento, no empenho, na liberdade, responsabilidade e rigor.

Num mundo onde a comunicação joga um papel determinante, diz o comunicado, no livro, levantam-se questões sobre as quais urge um debate: "Qual o papel de cada um dos intervenientes do sector da comunicação social? Qual o da comunicação social, no palco das relações políticas entre os Estados? Na PERFIL CRIATIVO-Edições acreditamos que, tal como outras edições nossas que mostram o panorama do sector em Angola e em Portugal, este livro contribui, junto dos agentes de comunicação social, para um melhor conhecimento das realidades angolana e portuguesa. Daí a importância da sua leitura, quer para empresários, quer para estudantes de Comunicação, quer para quem usa a comunicação como ferramenta profissional  eficaz, quer para o leitor que, não constando de nenhum dos grupos mencionados, cada vez mais terá de informar-se e reflectir sobre o peso da comunicação no seu dia-a-dia, para poder pensar o mundo em que se insere e, na medida do possível, fazer ouvir, também, a sua voz."

Da lista de entrevistados constam Álvaro Fernandes, António Francisco Manuel, Celso Malavoneke, Diana Andringa, Dina Cortinhas, Edson Athayde, Filipe Carrera, Nuno Fernandes, Horácio Reis e João Santareno de Sousa, dentre outras personalidades.

6galeria

Andrade Lino

O jornalista Wilsony dos Santos vai lançar amanhã, pelas 18h00, na Casa da Imprensa, em Lisboa, o seu primeiro livro, intitulado "Comunicação, o Espelho de um País".

O livro é uma compilação de entrevistas efectuadas pelo autor, no programa de rádio “Mais Comunicação”, emitido na Rádio Kairós, pelo qual passaram  profissionais que são, em alguns casos, referências incontornáveis nas diferentes áreas da comunicação, quer no país, quer a nível internacional, através do qual o autor quis “dar a conhecer estes testemunhos, partilha de opiniões, saberes e experiências”, lê-se num comunicado.

Segundo o documento a que tivemos acesso, a obra representa um desafio, uma aposta e um convite que o jornalista faz a si próprio e (não apenas) aos jovens profissionais da área, para um caminho profissional cimentado no conhecimento, no empenho, na liberdade, responsabilidade e rigor.

Num mundo onde a comunicação joga um papel determinante, diz o comunicado, no livro, levantam-se questões sobre as quais urge um debate: "Qual o papel de cada um dos intervenientes do sector da comunicação social? Qual o da comunicação social, no palco das relações políticas entre os Estados? Na PERFIL CRIATIVO-Edições acreditamos que, tal como outras edições nossas que mostram o panorama do sector em Angola e em Portugal, este livro contribui, junto dos agentes de comunicação social, para um melhor conhecimento das realidades angolana e portuguesa. Daí a importância da sua leitura, quer para empresários, quer para estudantes de Comunicação, quer para quem usa a comunicação como ferramenta profissional  eficaz, quer para o leitor que, não constando de nenhum dos grupos mencionados, cada vez mais terá de informar-se e reflectir sobre o peso da comunicação no seu dia-a-dia, para poder pensar o mundo em que se insere e, na medida do possível, fazer ouvir, também, a sua voz."

Da lista de entrevistados constam Álvaro Fernandes, António Francisco Manuel, Celso Malavoneke, Diana Andringa, Dina Cortinhas, Edson Athayde, Filipe Carrera, Nuno Fernandes, Horácio Reis e João Santareno de Sousa, dentre outras personalidades.

6galeria

Artigos relacionados