Actualidade
Economia

Potencial portuário angolano pode ligar o país com o resto do mundo, afirma empresário

Potencial portuário angolano pode ligar o país com o resto do mundo, afirma empresário
Foto por:
vídeo por:
DR

Angola pode assumir um papel importante na Região Austral, devido à sua posição geoestratégica, para o incremento da cooperação portuária e marítima, com o Norte de África, na transportação de mercadorias diversas, para vários pontos do mundo.

Estas declarações foram feitas em Luanda pelo director comercial para o desenvolvimento do grupo empresarial Tanger Med, Ahmed Bennis, tendo informado que a sua organização prevê desenvolver um programa denominado "corredor logístico", que vai ligar Angola com o resto do mundo.

"O Grupo Tanger Med está ligado a mais de 187 portos do mundo. Temos mais de 40 serviços directos em diversos portos, e Angola pode aproveitar da sua posição geoestratégica para ligar com o resto do mundo, com o apoio do Grupo Tanger Med", destacou o gestor, tendo sublinhado que a presença de Tanger Med em Angola é para manter contactos de parceria com as direcções dos portos de Cabinda, Lobito e Luanda, com objectivo de implementação de projectos de investimentos com as empresas portuárias angolanas.

"Já temos contactos avançados com as autoridades portuárias de Cabinda, Lobito, Luanda e com o próprio Ministério dos Transportes, para juntos implementarmos projectos estruturantes. Mas, primeiro, queremos perceber qual é a estratégia do Governo de Angola para o desenvolvimento portuário e industrial de Angola", disse, ouvido pelo Jornal de Angola.

Para o Ahmed Bennis, a Tanger Med é o maior complexo portuário no mediterrâneo e de África, com uma capacidade de armazenar até nove milhões de contentores.

"Estamos numa posição geográfica importante no canal de Gibraltar. E neste canal, passam mais de 100 mil navios, o que representa 20 por cento do comércio mundial. Com a construção deste complexo, galvanizou o Marrocos na captação de oportunidades económicas na cadeia de valor mundial. O nosso complexo serve, também, como porto de entrada para Africa", referiu.

O volume de exportações do complexo Tanger Med atinge 10 mil milhões de dólares por ano, e ocupa a 23ª posição no ranking dos portos no mundo, com um investimento estimado em 11 mil milhões de dólares.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

Angola pode assumir um papel importante na Região Austral, devido à sua posição geoestratégica, para o incremento da cooperação portuária e marítima, com o Norte de África, na transportação de mercadorias diversas, para vários pontos do mundo.

Estas declarações foram feitas em Luanda pelo director comercial para o desenvolvimento do grupo empresarial Tanger Med, Ahmed Bennis, tendo informado que a sua organização prevê desenvolver um programa denominado "corredor logístico", que vai ligar Angola com o resto do mundo.

"O Grupo Tanger Med está ligado a mais de 187 portos do mundo. Temos mais de 40 serviços directos em diversos portos, e Angola pode aproveitar da sua posição geoestratégica para ligar com o resto do mundo, com o apoio do Grupo Tanger Med", destacou o gestor, tendo sublinhado que a presença de Tanger Med em Angola é para manter contactos de parceria com as direcções dos portos de Cabinda, Lobito e Luanda, com objectivo de implementação de projectos de investimentos com as empresas portuárias angolanas.

"Já temos contactos avançados com as autoridades portuárias de Cabinda, Lobito, Luanda e com o próprio Ministério dos Transportes, para juntos implementarmos projectos estruturantes. Mas, primeiro, queremos perceber qual é a estratégia do Governo de Angola para o desenvolvimento portuário e industrial de Angola", disse, ouvido pelo Jornal de Angola.

Para o Ahmed Bennis, a Tanger Med é o maior complexo portuário no mediterrâneo e de África, com uma capacidade de armazenar até nove milhões de contentores.

"Estamos numa posição geográfica importante no canal de Gibraltar. E neste canal, passam mais de 100 mil navios, o que representa 20 por cento do comércio mundial. Com a construção deste complexo, galvanizou o Marrocos na captação de oportunidades económicas na cadeia de valor mundial. O nosso complexo serve, também, como porto de entrada para Africa", referiu.

O volume de exportações do complexo Tanger Med atinge 10 mil milhões de dólares por ano, e ocupa a 23ª posição no ranking dos portos no mundo, com um investimento estimado em 11 mil milhões de dólares.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form