Actualidade
Sociedade

Polícia regista 12 mortes e 96 ferimentos durante o Natal

Polícia regista 12 mortes e 96 ferimentos durante o Natal
Foto por:
vídeo por:
DR

A Polícia Nacional de Angola registou, durante o período da 0h do dia 24 às 12h do dia 25 deste mês, no país, um total de 52 acidentes rodoviários, que resultaram na morte de 12 pessoas e 96 feridos.

De acordo com o Director de Comunicação Institucional e Imprensa da PNA, Orlando Bernardo, dos acidentes registados, destacam-se 41% de atropelamentos, 17% de choques entre automóveis e velocípedes, 15% de capotamentos com, 13% de choques entre veículos automóveis, 9% de acidentes por despistes e 4% de choques contra obstáculos fixos.

Noutra vertente dos sinistros, o responsável, citado na página de Facebook da corporação, sublinhou que os serviços de Protecção Civil e Bombeiros registaram, igualmente, neste período, sete mortes, com destaque para quatro por presumível afogamento em praias e rios, duas por suicídio e uma por desabamento de terra.

Por este facto, Orlando Bernardo apelou às populações a adoptar uma conduta cívica e de cidadania durante o período da quadra festiva, evitando o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, condução sob efeito de álcool e outras substâncias psicotrópicas, assim como evitar tomar banho ou banhar-se em praias proibidas.

Já aos automobilistas, apelou o respeito às normas do Código de Estrada.

6galeria

Redacção

A Polícia Nacional de Angola registou, durante o período da 0h do dia 24 às 12h do dia 25 deste mês, no país, um total de 52 acidentes rodoviários, que resultaram na morte de 12 pessoas e 96 feridos.

De acordo com o Director de Comunicação Institucional e Imprensa da PNA, Orlando Bernardo, dos acidentes registados, destacam-se 41% de atropelamentos, 17% de choques entre automóveis e velocípedes, 15% de capotamentos com, 13% de choques entre veículos automóveis, 9% de acidentes por despistes e 4% de choques contra obstáculos fixos.

Noutra vertente dos sinistros, o responsável, citado na página de Facebook da corporação, sublinhou que os serviços de Protecção Civil e Bombeiros registaram, igualmente, neste período, sete mortes, com destaque para quatro por presumível afogamento em praias e rios, duas por suicídio e uma por desabamento de terra.

Por este facto, Orlando Bernardo apelou às populações a adoptar uma conduta cívica e de cidadania durante o período da quadra festiva, evitando o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, condução sob efeito de álcool e outras substâncias psicotrópicas, assim como evitar tomar banho ou banhar-se em praias proibidas.

Já aos automobilistas, apelou o respeito às normas do Código de Estrada.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form