Sociedade
Educação

Plano de formação visa promover a inclusão social e digital

Plano de formação visa promover a inclusão social e digital
Foto por:
vídeo por:
DR

Foi lançado hoje, no Kuito, província do Bié, numa parceria entre a Rede de Mediatecas de Angola (REMA) e o Instituto Médio de Telecomunicações de Luanda (ITEL) o Plano de Formação da Juventude e a Realização da Maratona Provincial de Programação, cujo objectivo é promover a inclusão social e digital, despertando, deste modo, o espírito empreendedor no seio da juventude.

A maratona visa despertar na camada juvenil o interesse em seguir uma carreira técnico-profissional nos ramos da electrónica e tecnologias de informação, e o referido programa prevê formar mais de 700 jovens angolanos, até Março de 2023, com um total de 72 turmas, segundo a directora-geral adjunta para a área técnica da Rede de Mediatecas de Angola (REMA), Juliana Panzo.

Já o director-geral do Instituto Médio de Telecomunicações de Luanda (ITEL), Cláudio Gonçalves, salientou que o Executivo angolano, através do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, tem investido nos últimos anos na implementação de projectos tecnológicos que concorram para o desenvolvimento sustentável do país.

O responsável, noticiou a Angop, informou ainda que a realização da maratona vai passar a ser de âmbito nacional e vai se consubstanciar em competições inter-escolares, que visam promover o interesse, incentivar a criatividade, o trabalho em equipa e a habilidade de resolução de problemas em ambiente de pressão.

Por seu turno, o director do Gabinete Provincial da Educação, Amado Leonardo André, em representação do governador local, solicitou os jovens a continuarem a abraçar o mundo das tecnologias de informação e comunicação, para enfrentarem os desafios do futuro.

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

Foi lançado hoje, no Kuito, província do Bié, numa parceria entre a Rede de Mediatecas de Angola (REMA) e o Instituto Médio de Telecomunicações de Luanda (ITEL) o Plano de Formação da Juventude e a Realização da Maratona Provincial de Programação, cujo objectivo é promover a inclusão social e digital, despertando, deste modo, o espírito empreendedor no seio da juventude.

A maratona visa despertar na camada juvenil o interesse em seguir uma carreira técnico-profissional nos ramos da electrónica e tecnologias de informação, e o referido programa prevê formar mais de 700 jovens angolanos, até Março de 2023, com um total de 72 turmas, segundo a directora-geral adjunta para a área técnica da Rede de Mediatecas de Angola (REMA), Juliana Panzo.

Já o director-geral do Instituto Médio de Telecomunicações de Luanda (ITEL), Cláudio Gonçalves, salientou que o Executivo angolano, através do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, tem investido nos últimos anos na implementação de projectos tecnológicos que concorram para o desenvolvimento sustentável do país.

O responsável, noticiou a Angop, informou ainda que a realização da maratona vai passar a ser de âmbito nacional e vai se consubstanciar em competições inter-escolares, que visam promover o interesse, incentivar a criatividade, o trabalho em equipa e a habilidade de resolução de problemas em ambiente de pressão.

Por seu turno, o director do Gabinete Provincial da Educação, Amado Leonardo André, em representação do governador local, solicitou os jovens a continuarem a abraçar o mundo das tecnologias de informação e comunicação, para enfrentarem os desafios do futuro.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form