Sociedade
Distinção

Óscar António eleito embaixador da NEF Angola

Óscar António eleito embaixador da NEF Angola
Foto por:
vídeo por:
DR

O jovem empreendedor angolano, Óscar António, co-fundador da micro-empresa Eagle InoSistem, dedicada ao desenvolvimento de softwares e aplicativos para empresas privadas, foi eleito embaixador do Next Einstein Forum Angola, num evento que congregou, em 3 dias, 91 país 1600 participantes, mais de 76 organizações de todos continentes do mundo e representantes de vários países de África, em Kigali, capital da Ruanda.

A eleição surgiu após um processo rigoroso de selecção e aprovação, em que foram escolhidos 53 jovens embaixadores oriundos de vários países de África, sendo Óscar Jaime António eleito embaixador do NEF para Angola, este que é responsável por organizar vários programas, iniciativas no seu país, dentro dum programa denominado "A Semana de Ciência da África do NEF" (NEF AFRICA SCIENCE WEEK), uma celebração anual de ciência e tecnologia de uma semana com milhares de indivíduos, de estudantes a cientistas e tecnólogos, envolvendo-se activamente em eventos científicos coordenados em todo o continente.

"Acelerando  o processo de Laboratório para os mercados em África", foi um dos vários temas abordados no fórum que juntou, dentre os chefes de Estado, o presidente do país anfitrião do Fórum e o Presidente da República de Senegal, jornalistas de vários canais de comunicação como BBC WORLD NEWS, líderes empresariais, cientistas de vários países africanos, com sessões especiais para apresentação das suas pesquisas e resultados ou produtos derivados destas, bem como líderes da sociedade civil, formuladores de políticas, ministros de vários países africanos e secretários de Estados.

O programa Semana de Ciência da África, liderado pelos Embaixadores do NEF, foi concebido para muitas faixas etárias e oferece uma oportunidade para os cidadãos engajarem a ciência no seu quotidiano. O programa é projectado para incutir uma curiosidade de aprendizado e interesse em actividades CTEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) entre o público e permite que jovens africanos, especialmente mulheres e meninas, tornem-se excelentes cientistas e tecnólogos. 

Segundo Óscar, deverá trabalhar com diversos parceiros locais, tanto no sector académico quanto no privado, para torná-lo um sucesso, sendo que o NEF espera estender o programa para pelo menos 30 países de África em 2018 e todos os 54 até 2020.

"Esperamos que construindo parcerias fortes com organizações científicas existentes e reunindo recursos possamos criar um programa verdadeiramente significativo e sustentável que encoraje a entrada e retenção nos campos CTEM", disse.

6galeria

Pedro Kididi

Jornalista

O jovem empreendedor angolano, Óscar António, co-fundador da micro-empresa Eagle InoSistem, dedicada ao desenvolvimento de softwares e aplicativos para empresas privadas, foi eleito embaixador do Next Einstein Forum Angola, num evento que congregou, em 3 dias, 91 país 1600 participantes, mais de 76 organizações de todos continentes do mundo e representantes de vários países de África, em Kigali, capital da Ruanda.

A eleição surgiu após um processo rigoroso de selecção e aprovação, em que foram escolhidos 53 jovens embaixadores oriundos de vários países de África, sendo Óscar Jaime António eleito embaixador do NEF para Angola, este que é responsável por organizar vários programas, iniciativas no seu país, dentro dum programa denominado "A Semana de Ciência da África do NEF" (NEF AFRICA SCIENCE WEEK), uma celebração anual de ciência e tecnologia de uma semana com milhares de indivíduos, de estudantes a cientistas e tecnólogos, envolvendo-se activamente em eventos científicos coordenados em todo o continente.

"Acelerando  o processo de Laboratório para os mercados em África", foi um dos vários temas abordados no fórum que juntou, dentre os chefes de Estado, o presidente do país anfitrião do Fórum e o Presidente da República de Senegal, jornalistas de vários canais de comunicação como BBC WORLD NEWS, líderes empresariais, cientistas de vários países africanos, com sessões especiais para apresentação das suas pesquisas e resultados ou produtos derivados destas, bem como líderes da sociedade civil, formuladores de políticas, ministros de vários países africanos e secretários de Estados.

O programa Semana de Ciência da África, liderado pelos Embaixadores do NEF, foi concebido para muitas faixas etárias e oferece uma oportunidade para os cidadãos engajarem a ciência no seu quotidiano. O programa é projectado para incutir uma curiosidade de aprendizado e interesse em actividades CTEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) entre o público e permite que jovens africanos, especialmente mulheres e meninas, tornem-se excelentes cientistas e tecnólogos. 

Segundo Óscar, deverá trabalhar com diversos parceiros locais, tanto no sector académico quanto no privado, para torná-lo um sucesso, sendo que o NEF espera estender o programa para pelo menos 30 países de África em 2018 e todos os 54 até 2020.

"Esperamos que construindo parcerias fortes com organizações científicas existentes e reunindo recursos possamos criar um programa verdadeiramente significativo e sustentável que encoraje a entrada e retenção nos campos CTEM", disse.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form