Actualidade
Sociedade

Operação Resgate: Polícia desmantela 18 grupos de marginais

 Operação Resgate: Polícia desmantela 18 grupos de marginais
Foto por:
vídeo por:
DR



Pelo menos 18 grupos de marginais foram desmantelados pela Polícia Nacional, em algumas províncias do país, durante os 30 dias da “Operação Resgate”.

De acordo com o porta-voz da operação, comissário Orlando Bernardo, no mesmo período foram detidos 4.735 cidadãos, por alegado envolvimento na prática de crimes diversos.

A operação resultou ainda no encerramento de 1.208 mercados de rua, 1.735 estabelecimentos comerciais e 1.606 seitas religiosas ilegais.

De acordo com Jornal de Angola, durante o período em referência, a Polícia Nacional recuperou 23 viaturas e cinco toneladas de acessórios de automóveis.

O comissário Orlando Bernardo, que apresentou o balanço da acção desenvolvida pelas forças da ordem, disse que das 23 viaturas recuperadas, 13 foram em Luanda, oito na Huíla, uma no Bengo e outra no Huambo.

Orlando Bernardo salientou que desde o início da “Operação Resgate”, a 6 de Novembro, registou-se uma redução de roubo de viaturas, valores monetários, telemóveis, assaltos em residências e na via pública, tendo sido recuperados mais de dois mil telemóveis.  

Em Luanda, foram desactivados os mercados dos Correios, Alfa Cinco, Gajajeira, na Lunda-Sul as praças de rua de Candembe, Tchicomina e Catorze, tendo sido também suspensos, temporariamente, centenas de  cantinas, oficinas, farmácias, padarias, restaurantes, hospedarias, que exerciam actividade de forma ilegal e  outros por falta de higiene.


6galeria

Redacção



Pelo menos 18 grupos de marginais foram desmantelados pela Polícia Nacional, em algumas províncias do país, durante os 30 dias da “Operação Resgate”.

De acordo com o porta-voz da operação, comissário Orlando Bernardo, no mesmo período foram detidos 4.735 cidadãos, por alegado envolvimento na prática de crimes diversos.

A operação resultou ainda no encerramento de 1.208 mercados de rua, 1.735 estabelecimentos comerciais e 1.606 seitas religiosas ilegais.

De acordo com Jornal de Angola, durante o período em referência, a Polícia Nacional recuperou 23 viaturas e cinco toneladas de acessórios de automóveis.

O comissário Orlando Bernardo, que apresentou o balanço da acção desenvolvida pelas forças da ordem, disse que das 23 viaturas recuperadas, 13 foram em Luanda, oito na Huíla, uma no Bengo e outra no Huambo.

Orlando Bernardo salientou que desde o início da “Operação Resgate”, a 6 de Novembro, registou-se uma redução de roubo de viaturas, valores monetários, telemóveis, assaltos em residências e na via pública, tendo sido recuperados mais de dois mil telemóveis.  

Em Luanda, foram desactivados os mercados dos Correios, Alfa Cinco, Gajajeira, na Lunda-Sul as praças de rua de Candembe, Tchicomina e Catorze, tendo sido também suspensos, temporariamente, centenas de  cantinas, oficinas, farmácias, padarias, restaurantes, hospedarias, que exerciam actividade de forma ilegal e  outros por falta de higiene.


6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form