Ciência & Tecnologia
Capital Humano

“O profissional de Tecnologias de Informação tem que ser um líder”, afirma líder da CAFA

“O profissional de Tecnologias de Informação tem que ser um líder”, afirma líder da CAFA
Foto por:
vídeo por:
Andrade Lino

O fundador da Célula Académica First Angola (CAFA), Jorge Cipriano, afirmou que, actualmente, “o profissional de Tecnologias de Informação tem que ser um líder e estar munido de bons comportamentos, porque é disso que as empresas precisam, um bom técnico, mas também um verdadeiro profissional”.

O responsável falou por ocasião do “Happy Hour IT”, um encontro promovido por aquele núcleo, mensalmente, para difundir o uso das Tecnologias de Informação, bem como partilhar e replicar conhecimentos, além de interação entre os profissionais dessa área.

A primeira edição do “Happy Hour IT” decorreu no restaurante Ruca´s Place, em Luanda, na passada quarta-feira, dia 13. Na ocasião, Jorge Cipriano disse que os técnicos da área de IT têm que estar preparados para que toda e qualquer que seja a falha ou avaria na infra-estrutura das empresas não crie indisponibilidade nenhuma de serviços. “Temos que ter sempre sistema, infra-estruturas que se complementam e não permitem que os negócios sofram ou que essas paragens criem algum impacto negativo para os negócios”, explicou o responsável, tendo argumentado que, actualmente, a nível mundial, as Tecnologias de Informação acabam por ser o “cabo-força” das empresas, pois não há empresa nenhuma que exista sem elas, “por serem o pneu e ao mesmo tempo o motor de qualquer negócio”.

O especialista em IT, que na sua apresentação de abertura falou sobre o ciclo de inovação das TI, disse ainda que com as tecnologias convergentes que hoje emergem um pouco por todo lado, acaba-se por criar novas oportunidades de negócio.

“E não são apenas os líderes de órgãos de TI que têm que estar reocupados com toda essa avalanche de tecnologia que surge, mas todos, porque se não souberem fazer o uso destas tecnologias, provavelmente os negócios não vão prosperar”, afirmou.

Por outro lado, Jorge Cipriano partilhou que as dificuldades com que os especialistas da área mais se deparam, “infelizmente”, ainda estão ligadas à mentalidade dos líderes das empresas, em não aceitar alinhar os seus negócios às tecnologias, sendo esta uma parte fundamental para a prosperidade das empresas.

A propósito do evento, o promotor considerou que o número de participantes superou as expectativas, tendo avançado que a próxima edição acontece no dia 30 de Janeiro próximo, no mesmo local.

Constituída em 2006, a CAFA representa o cume de ideias, aspirações e necessidades dos estudantes e profissionais de TIC´s em Angola, dedicada a apoiar o conhecimento, desenvolvimento, educação técnica, serviço comunitário e a influência dos grupos de utilizadores e associações de profissionais de TIC interessadas nas mais diversas plataformas TIC.

O “Happy Hour IT” pretende ainda, num ambiente descontraído, propiciar uma discussão mais profunda acerca de temas actuais das TI, tendo como eixos a reflexão, criação de proposições e acção.

 

 

 

 

 

 

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

O fundador da Célula Académica First Angola (CAFA), Jorge Cipriano, afirmou que, actualmente, “o profissional de Tecnologias de Informação tem que ser um líder e estar munido de bons comportamentos, porque é disso que as empresas precisam, um bom técnico, mas também um verdadeiro profissional”.

O responsável falou por ocasião do “Happy Hour IT”, um encontro promovido por aquele núcleo, mensalmente, para difundir o uso das Tecnologias de Informação, bem como partilhar e replicar conhecimentos, além de interação entre os profissionais dessa área.

A primeira edição do “Happy Hour IT” decorreu no restaurante Ruca´s Place, em Luanda, na passada quarta-feira, dia 13. Na ocasião, Jorge Cipriano disse que os técnicos da área de IT têm que estar preparados para que toda e qualquer que seja a falha ou avaria na infra-estrutura das empresas não crie indisponibilidade nenhuma de serviços. “Temos que ter sempre sistema, infra-estruturas que se complementam e não permitem que os negócios sofram ou que essas paragens criem algum impacto negativo para os negócios”, explicou o responsável, tendo argumentado que, actualmente, a nível mundial, as Tecnologias de Informação acabam por ser o “cabo-força” das empresas, pois não há empresa nenhuma que exista sem elas, “por serem o pneu e ao mesmo tempo o motor de qualquer negócio”.

O especialista em IT, que na sua apresentação de abertura falou sobre o ciclo de inovação das TI, disse ainda que com as tecnologias convergentes que hoje emergem um pouco por todo lado, acaba-se por criar novas oportunidades de negócio.

“E não são apenas os líderes de órgãos de TI que têm que estar reocupados com toda essa avalanche de tecnologia que surge, mas todos, porque se não souberem fazer o uso destas tecnologias, provavelmente os negócios não vão prosperar”, afirmou.

Por outro lado, Jorge Cipriano partilhou que as dificuldades com que os especialistas da área mais se deparam, “infelizmente”, ainda estão ligadas à mentalidade dos líderes das empresas, em não aceitar alinhar os seus negócios às tecnologias, sendo esta uma parte fundamental para a prosperidade das empresas.

A propósito do evento, o promotor considerou que o número de participantes superou as expectativas, tendo avançado que a próxima edição acontece no dia 30 de Janeiro próximo, no mesmo local.

Constituída em 2006, a CAFA representa o cume de ideias, aspirações e necessidades dos estudantes e profissionais de TIC´s em Angola, dedicada a apoiar o conhecimento, desenvolvimento, educação técnica, serviço comunitário e a influência dos grupos de utilizadores e associações de profissionais de TIC interessadas nas mais diversas plataformas TIC.

O “Happy Hour IT” pretende ainda, num ambiente descontraído, propiciar uma discussão mais profunda acerca de temas actuais das TI, tendo como eixos a reflexão, criação de proposições e acção.

 

 

 

 

 

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form