Desporto
Basquetebol

“O apuramento ao mundial é resultado do espírito de sacrifício à pátria”, considera ministra da Juventude e Desportos

“O apuramento ao mundial é resultado do espírito de sacrifício à pátria”, considera ministra da Juventude e Desportos
Foto por:
vídeo por:
Angop

A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, considerou ontem, em Luanda, que o apuramento da selecção angolana sénior masculina de basquetebol ao mundial da China2019 é resultado de abnegação, espírito de sacrifício e sentimento de amor à pátria.

Ana Paula do Sacramento Neto fez este pronunciamento após vitória de Angola sobre a Tunísia, por 69-63, no fecho do torneio de qualificação africana a prova do país asiático, disputado no Pavilhão Multiuso do Kilamba, referindo que a determinação da equipa e a motivação do púbico permitiram a realização de uma competição plena e a possibilidade de superar os demais adversários do torneio.

“Foi uma demonstração da vontade e potencial da selecção nacional, que soube interpretar os anseios da população. A exibição e o apuramento ao mundial é o resultado de um trabalho abnegado da equipa, Federação Angolana de Basquetebol (FAB), autoridades do país e outras instituições envolvidas. Por isso, o nosso grande reconhecimento pela digna conquista”, frisou

Quanto ao mundial da China, a titular dos desportos prevê que o conjunto angolano poderá representar com muita honra o país e o continente africano, desde que haja uma preparação adequada.

Angola, com 21 pontos, e Tunísia (22) apuraram-se para o mundial de 2019, na China, onde África terá cinco representantes. Os Camarões tem 19 pontos e aguarda pela qualificação por via do melhor terceiro classificado das eliminatórias que só terminam em Fevereiro próximo, com a disputa do grupo F (Senegal, Rwanda, RCA, Cote d’Ivoire e Mali). A Nigéria é a integrante desta série com presença já garantida na copa.

Luanda acolheu a primeira janela (fase) de apuramento em Novembro de 2017 e a última agora, ambas no pavilhão Multiusos.


6galeria

Pedro Kididi

Jornalista

A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, considerou ontem, em Luanda, que o apuramento da selecção angolana sénior masculina de basquetebol ao mundial da China2019 é resultado de abnegação, espírito de sacrifício e sentimento de amor à pátria.

Ana Paula do Sacramento Neto fez este pronunciamento após vitória de Angola sobre a Tunísia, por 69-63, no fecho do torneio de qualificação africana a prova do país asiático, disputado no Pavilhão Multiuso do Kilamba, referindo que a determinação da equipa e a motivação do púbico permitiram a realização de uma competição plena e a possibilidade de superar os demais adversários do torneio.

“Foi uma demonstração da vontade e potencial da selecção nacional, que soube interpretar os anseios da população. A exibição e o apuramento ao mundial é o resultado de um trabalho abnegado da equipa, Federação Angolana de Basquetebol (FAB), autoridades do país e outras instituições envolvidas. Por isso, o nosso grande reconhecimento pela digna conquista”, frisou

Quanto ao mundial da China, a titular dos desportos prevê que o conjunto angolano poderá representar com muita honra o país e o continente africano, desde que haja uma preparação adequada.

Angola, com 21 pontos, e Tunísia (22) apuraram-se para o mundial de 2019, na China, onde África terá cinco representantes. Os Camarões tem 19 pontos e aguarda pela qualificação por via do melhor terceiro classificado das eliminatórias que só terminam em Fevereiro próximo, com a disputa do grupo F (Senegal, Rwanda, RCA, Cote d’Ivoire e Mali). A Nigéria é a integrante desta série com presença já garantida na copa.

Luanda acolheu a primeira janela (fase) de apuramento em Novembro de 2017 e a última agora, ambas no pavilhão Multiusos.


6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form