Sociedade
Obras Públicas

Moxico: Governo reitera melhoraria do saneamento no Luena

Moxico: Governo reitera melhoraria do saneamento no Luena
Foto por:
vídeo por:
DR

O Governo do Moxico reiterou ontem a implementação de mais acções que visam à melhoraria do saneamento básico e estilo de vida da população dos bairros periféricos da comuna do Luena.

A afirmação foi feita pelo vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas, Wilson Augusto, que falava no âmbito das acções que estão a ser desenvolvidas na celebração dos 21 anos de Paz e Reconciliação Nacional, durante o acto que marcou a reabertura oficial do trânsito no bairro Tchifuchi, um ano após ter beneficiado de trabalhos de requalificação, no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios.

A requalificação daquele bairro cingiu-se no trabalho de asfaltagem de quatro quilómetros de estradas, sinalização vertical e horizontal, passeios e aplicação de postos de iluminação pública, custando mais de dois mil milhões de kwanzas do PIIM, acções que se enquadram nos planos do Governo para melhorar a qualidade de vida da população, segundo o dirigente, citado pela Angop.

A primeira fase da empreitada abrangeu a asfaltagem das ruas do Tchifuchi, Santa Rosa, Popular e parte do Sangondo, num projecto orçado, ao todo, em 9 mil milhões e 269 milhões de kwanzas financiado pelo Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Ainda na primeira fase foi asfaltado o troço rodoviário Cine Luena/Urbanização 4 de Fevereiro (450 casas), num percurso de 10 quilómetros, com o financiamento da Sonangol.

Para o exercício económico 2023, estão previstas a asfaltagem de mais seis novos bairros da periferia, mormente o Social da Juventude, Sinai Novo, Mandembue, Passa Fome e Kwenha, uma extensão de 12 quilómetros.

O projecto inclui também asfaltagem das vias que ligam o Lar Da 3ª Idade e o Centro Médico do bairro Sambuatamua, Maternidade provincial/Complexo Escolar 11 De Novembro e a rua principal da captação do rio Lumeje até o Instituto Politécnico de Administração (IPAG).

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

O Governo do Moxico reiterou ontem a implementação de mais acções que visam à melhoraria do saneamento básico e estilo de vida da população dos bairros periféricos da comuna do Luena.

A afirmação foi feita pelo vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas, Wilson Augusto, que falava no âmbito das acções que estão a ser desenvolvidas na celebração dos 21 anos de Paz e Reconciliação Nacional, durante o acto que marcou a reabertura oficial do trânsito no bairro Tchifuchi, um ano após ter beneficiado de trabalhos de requalificação, no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios.

A requalificação daquele bairro cingiu-se no trabalho de asfaltagem de quatro quilómetros de estradas, sinalização vertical e horizontal, passeios e aplicação de postos de iluminação pública, custando mais de dois mil milhões de kwanzas do PIIM, acções que se enquadram nos planos do Governo para melhorar a qualidade de vida da população, segundo o dirigente, citado pela Angop.

A primeira fase da empreitada abrangeu a asfaltagem das ruas do Tchifuchi, Santa Rosa, Popular e parte do Sangondo, num projecto orçado, ao todo, em 9 mil milhões e 269 milhões de kwanzas financiado pelo Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Ainda na primeira fase foi asfaltado o troço rodoviário Cine Luena/Urbanização 4 de Fevereiro (450 casas), num percurso de 10 quilómetros, com o financiamento da Sonangol.

Para o exercício económico 2023, estão previstas a asfaltagem de mais seis novos bairros da periferia, mormente o Social da Juventude, Sinai Novo, Mandembue, Passa Fome e Kwenha, uma extensão de 12 quilómetros.

O projecto inclui também asfaltagem das vias que ligam o Lar Da 3ª Idade e o Centro Médico do bairro Sambuatamua, Maternidade provincial/Complexo Escolar 11 De Novembro e a rua principal da captação do rio Lumeje até o Instituto Politécnico de Administração (IPAG).

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form