Internacional
Política

Merkel "furiosa" com revelações que possam derrubar governo britânico de Theresa May

Merkel "furiosa" com revelações que possam derrubar governo britânico de Theresa May
Foto por:
vídeo por:
DR

A chanceler alemã está "furiosa" com a publicação num jornal alemão das conversações privadas sobre o "Brexit" por recear que as informações possam derrubar o governo britânico de Theresa May, noticiou hoje o Times.

O jornal britânico refere, citando uma fonte de Berlim, cuja identidade não é revelada, que Merkel "não gostou" da publicação da conversa entre a chefe do governo britânico e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, durante um jantar, na semana passada.

A conversa refere-se à saída do Reino Unido da União Europeia.

No domingo, um jornal alemão noticiou que a líder conservadora britânica "tinha suplicado" ajuda no processo do "Brexit" adiantando que a primeira-ministra do Reino Unido estava "ansiosa, desalentada e desanimada".

Hoje, o jornal Times, de Londres, diz que a chanceler alemã está "preocupada" com a possibilidade de rutura negocial - que pode "prejudicar as economias europeias" - e "acabar com o Executivo de May".

Segundo o jornal britânico, a possibilidade de afastamento de Theresa May pode projetar o ministro dos Negócios Estrangeiros para a chefia do executivo de Londres, sendo que Boris Johnson é apontado "pelos alemães" como o político mais hostil por encarar o processo negocial com pouco realismo.

"Angela Merkel está furiosa com o que se publicou [no domingo] . Sabe-se que já perdeu a paciência com os conservadores britânicos, mas a última coisa que deseja é o afastamento de Theresa May em plena negociação sobre o 'Brexit'", disse a fonte do Times.

Na segunda-feira, Juncker mostrou-se surpreendido com as informações publicadas na Alemanha acrescentando que o encontro com Theresa May foi "um excelente jantar de trabalho".

O presidente da Comissão Europeia negou mesmo que Theresa May tenha "suplicado" ajuda sublinhando que "esse não é estilo dos primeiros-ministros britânicos.

6galeria

Redacção

A chanceler alemã está "furiosa" com a publicação num jornal alemão das conversações privadas sobre o "Brexit" por recear que as informações possam derrubar o governo britânico de Theresa May, noticiou hoje o Times.

O jornal britânico refere, citando uma fonte de Berlim, cuja identidade não é revelada, que Merkel "não gostou" da publicação da conversa entre a chefe do governo britânico e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, durante um jantar, na semana passada.

A conversa refere-se à saída do Reino Unido da União Europeia.

No domingo, um jornal alemão noticiou que a líder conservadora britânica "tinha suplicado" ajuda no processo do "Brexit" adiantando que a primeira-ministra do Reino Unido estava "ansiosa, desalentada e desanimada".

Hoje, o jornal Times, de Londres, diz que a chanceler alemã está "preocupada" com a possibilidade de rutura negocial - que pode "prejudicar as economias europeias" - e "acabar com o Executivo de May".

Segundo o jornal britânico, a possibilidade de afastamento de Theresa May pode projetar o ministro dos Negócios Estrangeiros para a chefia do executivo de Londres, sendo que Boris Johnson é apontado "pelos alemães" como o político mais hostil por encarar o processo negocial com pouco realismo.

"Angela Merkel está furiosa com o que se publicou [no domingo] . Sabe-se que já perdeu a paciência com os conservadores britânicos, mas a última coisa que deseja é o afastamento de Theresa May em plena negociação sobre o 'Brexit'", disse a fonte do Times.

Na segunda-feira, Juncker mostrou-se surpreendido com as informações publicadas na Alemanha acrescentando que o encontro com Theresa May foi "um excelente jantar de trabalho".

O presidente da Comissão Europeia negou mesmo que Theresa May tenha "suplicado" ajuda sublinhando que "esse não é estilo dos primeiros-ministros britânicos.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form