Sociedade
Crime

Marginais acusados de assassinato detidos pelo SIC

Marginais acusados de assassinato detidos pelo SIC
Foto por:
vídeo por:
DR

Cinco dos seis supostos marginais que no dia 28 do mês passado assassinaram a tiro o director do Gabinete do Administrador Municipal de Cacuaco, Justino Chipungue, de 62 anos, dentro da sua residência, foram recentemente detidos pelo Serviço de Investigação Criminal de Luanda.

Segundo o porta-voz do SIC-Luanda, superintendente-chefe Fernando de Carvalho, o crime ocorreu, com base nas informações colhidas até ao momento, pelo facto de um grupo de marginais, com idades entre os 21 e 29 anos, ter recebido informações sobre a existência de avultada quantidade de dinheiro na residência do malogrado.

"Os seis arquitectaram o plano de assalto e, munidos com armas de fogo, do tipo AKM e pistolas, invadiram a residência do malogrado, de onde levaram 300 mil kwanzas. Insatisfeitos com a quantia, exigiram mais. Após a recusa do malogrado, um deles efectuou um disparo mortal. Durante a operação de captura dos marginais, o SIC apreendeu duas armas de fogo", contou o responsável, que adiantou ainda que os membros do referido grupo já estiveram detidos, em 2021, por realizarem roubos diversos em residências e na via pública no Distrito Urbano do Sequele, assim como na Comuna da Funda.

O SIC-Luanda, acrescentou ao Jornal de Angola, deteve também outros três elementos acusados de terem assassinado a tiro a cidadã Adelina Afonso, de 44 anos, no distrito dos Mulenvos de Baixo, por supostamente terem informações de a malograda possuir, na altura, mercadorias em casa e muito dinheiro.

6galeria

Redacção

Cinco dos seis supostos marginais que no dia 28 do mês passado assassinaram a tiro o director do Gabinete do Administrador Municipal de Cacuaco, Justino Chipungue, de 62 anos, dentro da sua residência, foram recentemente detidos pelo Serviço de Investigação Criminal de Luanda.

Segundo o porta-voz do SIC-Luanda, superintendente-chefe Fernando de Carvalho, o crime ocorreu, com base nas informações colhidas até ao momento, pelo facto de um grupo de marginais, com idades entre os 21 e 29 anos, ter recebido informações sobre a existência de avultada quantidade de dinheiro na residência do malogrado.

"Os seis arquitectaram o plano de assalto e, munidos com armas de fogo, do tipo AKM e pistolas, invadiram a residência do malogrado, de onde levaram 300 mil kwanzas. Insatisfeitos com a quantia, exigiram mais. Após a recusa do malogrado, um deles efectuou um disparo mortal. Durante a operação de captura dos marginais, o SIC apreendeu duas armas de fogo", contou o responsável, que adiantou ainda que os membros do referido grupo já estiveram detidos, em 2021, por realizarem roubos diversos em residências e na via pública no Distrito Urbano do Sequele, assim como na Comuna da Funda.

O SIC-Luanda, acrescentou ao Jornal de Angola, deteve também outros três elementos acusados de terem assassinado a tiro a cidadã Adelina Afonso, de 44 anos, no distrito dos Mulenvos de Baixo, por supostamente terem informações de a malograda possuir, na altura, mercadorias em casa e muito dinheiro.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form