Sociedade
Água Para Todos

Malanje: Aldeia de Gonga Izambo beneficia de água potável

Malanje: Aldeia de Gonga Izambo beneficia de água potável
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

Numa iniciativa do Ministério da Energia e Águas (MINEA), no âmbito do Programa Água Para Todos, a população da aldeia de Gonga Izambo, sita no município de Kiwaba Nzoji, em Malanje, conta, desde o passado dia 25 deste mês, com acesso a água potável através de chafarizes construídos pela Owini, a unidade de projectos de água do Grupo Mitrelli.

Os sistemas de captação, tratamento e distribuição da água foram inaugurados pelo secretário de estado da Energia e Águas, António Fernandes Rodrigues, resultante de um consórcio com o MINEA, e foi construído no prazo de 18 meses, prevendo servir um total de mil e 202 famílias.

Segundo o director de Obras, Nelson Travassos, “a Owini dispõe de todos os meios, técnicos e humanos, para aceder às áreas de mais difícil acesso e assim garantir que a água chegue às populações com a devida qualidade, tendo sido beneficiadas um total de 6500 famílias”.

O certame contou igualmente com a presença do Vice-Governador de Malanje, Domingos Eduardo, responsáveis da Owini e do Grupo Mitrelli, autoridades locais e tradicionais.

O Programa Água Para Todos é desenvolvido pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA), sendo a Owini responsável pela construção de novos sistemas de abastecimento de água tratada em várias províncias do país, garantindo a captação, tratamento, transporte e distribuição de água até zonas remotas.

Este projecto é parte de outro mais vasto de construção de infra-estruturas de sistemas de abastecimento de água potável, que abrange 152 localidades das províncias de Cuanza Sul, Lunda Norte, Moxico, Uíge e Zaire (Programa Água Para Todos I), e outras 62 localidades nas províncias de Malanje (12) e Cuando-Cubango (50), no âmbito da segunda fase do Programa, de acordo com o comunicado que recebemos.

As infra-estruturas do Programa Água Para Todos construídas pela Owini, com recurso a mais moderna tecnologia israelita, incluem sistemas de captação, tratamento e transporte de água, chafarizes, unidades combinadas de chuveiros e lavandarias, tanques de lavagem de roupa, chuveiros e torneiras, e ainda ligações a edifícios públicos, cita ainda o documento.

A empresa, entretanto, suporta os custos de operação e manutenção dos sistemas durante um ano, contando com equipas de operadores locais para garantir a boa utilização dos novos sistemas por parte das comunidades.

6galeria

Redacção

Numa iniciativa do Ministério da Energia e Águas (MINEA), no âmbito do Programa Água Para Todos, a população da aldeia de Gonga Izambo, sita no município de Kiwaba Nzoji, em Malanje, conta, desde o passado dia 25 deste mês, com acesso a água potável através de chafarizes construídos pela Owini, a unidade de projectos de água do Grupo Mitrelli.

Os sistemas de captação, tratamento e distribuição da água foram inaugurados pelo secretário de estado da Energia e Águas, António Fernandes Rodrigues, resultante de um consórcio com o MINEA, e foi construído no prazo de 18 meses, prevendo servir um total de mil e 202 famílias.

Segundo o director de Obras, Nelson Travassos, “a Owini dispõe de todos os meios, técnicos e humanos, para aceder às áreas de mais difícil acesso e assim garantir que a água chegue às populações com a devida qualidade, tendo sido beneficiadas um total de 6500 famílias”.

O certame contou igualmente com a presença do Vice-Governador de Malanje, Domingos Eduardo, responsáveis da Owini e do Grupo Mitrelli, autoridades locais e tradicionais.

O Programa Água Para Todos é desenvolvido pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA), sendo a Owini responsável pela construção de novos sistemas de abastecimento de água tratada em várias províncias do país, garantindo a captação, tratamento, transporte e distribuição de água até zonas remotas.

Este projecto é parte de outro mais vasto de construção de infra-estruturas de sistemas de abastecimento de água potável, que abrange 152 localidades das províncias de Cuanza Sul, Lunda Norte, Moxico, Uíge e Zaire (Programa Água Para Todos I), e outras 62 localidades nas províncias de Malanje (12) e Cuando-Cubango (50), no âmbito da segunda fase do Programa, de acordo com o comunicado que recebemos.

As infra-estruturas do Programa Água Para Todos construídas pela Owini, com recurso a mais moderna tecnologia israelita, incluem sistemas de captação, tratamento e transporte de água, chafarizes, unidades combinadas de chuveiros e lavandarias, tanques de lavagem de roupa, chuveiros e torneiras, e ainda ligações a edifícios públicos, cita ainda o documento.

A empresa, entretanto, suporta os custos de operação e manutenção dos sistemas durante um ano, contando com equipas de operadores locais para garantir a boa utilização dos novos sistemas por parte das comunidades.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form