Sociedade
Serviços

Letreiros são retirados dos táxis pela Polícia Nacional

Letreiros são retirados dos táxis pela Polícia Nacional
Foto por:
vídeo por:
DR

A Polícia Nacional iniciou hoje em Luanda uma operação que tem como fim retirar  expressões avulsas, com vários dizeres, em vidros de viaturas que exercem o serviço de táxi.

Segundo anunciou, ontem, o comandante da Unidade de Trânsito, Manuel Albano, que falava à margem de uma palestra sobre “Sinistralidade rodoviária”, realizada na sede da Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Tocoísta, a medida surge para prevenir acidentes, uma vez que a escrita nos vidros acaba por dificultar a visibilidade do condutor e, também, retira o ângulo central da via.

O superintendente lembrou que em encontros com a associação de taxistas, a Polícia reiteradas vezes orientou a retirada dos dísticos de forma espontânea, mas, infelizmente, tal medida não foi acatada e, por isso, foi vencido o período de moratória.

Ontem, milhares de fiéis da Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, vulgo Tocoístas, foram sensibilizados para prevenirem acidentes de viação nesta fase do ano em que há uma intensa circulação de viaturas e de peões, de acordo com o Jornal de Angola.

O comandante da Unidade de Trânsito de Luanda elucidou os fiéis, durante a palestra, acerca da estatística da sinistralidade rodoviária que, no seu entender, não é animadora, tendo em conta o registo de 500 acidentes de viação, de Agosto a Outubro, que resultaram em mais de 200 mortos e 450 feridos.

No entanto, o responsável acrescentou que houve mais de 250 atropelamentos que resultaram em mais de 100 mortos, situação que, segundo o oficial, se pretende inverter, com a sensibilização dos fiéis, e explicou ainda que a Unidade de Trânsito tem realizado várias palestras em igrejas, a fim de sensibilizar os fiéis para acatarem as regras básicas de prevenção de acidentes nesta época festiva.

6galeria

Redacção

A Polícia Nacional iniciou hoje em Luanda uma operação que tem como fim retirar  expressões avulsas, com vários dizeres, em vidros de viaturas que exercem o serviço de táxi.

Segundo anunciou, ontem, o comandante da Unidade de Trânsito, Manuel Albano, que falava à margem de uma palestra sobre “Sinistralidade rodoviária”, realizada na sede da Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Tocoísta, a medida surge para prevenir acidentes, uma vez que a escrita nos vidros acaba por dificultar a visibilidade do condutor e, também, retira o ângulo central da via.

O superintendente lembrou que em encontros com a associação de taxistas, a Polícia reiteradas vezes orientou a retirada dos dísticos de forma espontânea, mas, infelizmente, tal medida não foi acatada e, por isso, foi vencido o período de moratória.

Ontem, milhares de fiéis da Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, vulgo Tocoístas, foram sensibilizados para prevenirem acidentes de viação nesta fase do ano em que há uma intensa circulação de viaturas e de peões, de acordo com o Jornal de Angola.

O comandante da Unidade de Trânsito de Luanda elucidou os fiéis, durante a palestra, acerca da estatística da sinistralidade rodoviária que, no seu entender, não é animadora, tendo em conta o registo de 500 acidentes de viação, de Agosto a Outubro, que resultaram em mais de 200 mortos e 450 feridos.

No entanto, o responsável acrescentou que houve mais de 250 atropelamentos que resultaram em mais de 100 mortos, situação que, segundo o oficial, se pretende inverter, com a sensibilização dos fiéis, e explicou ainda que a Unidade de Trânsito tem realizado várias palestras em igrejas, a fim de sensibilizar os fiéis para acatarem as regras básicas de prevenção de acidentes nesta época festiva.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form