Sociedade
Crime

Jovem é assassinada supostamente pelo ex-namorado

Jovem é assassinada supostamente pelo ex-namorado
Foto por:
vídeo por:
DR

Uma jovem de 24 anos de idade foi brutalmente assassinada na madrugada deste último sábado, 31 de Agosto, na cidade do Huambo, supostamente pelo ex-namorado, que a terá raptado quando esta saía do serviço.

Trata-se de Yelissa Mendes, filha de um missionário brasileiro da Igreja Baptista, que em vida finalizava do curso de Literatura Inglesa pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e leccionava Inglês numa instituição de ensino médio, e cuja morte eleva para dois o número de assassinatos naquela região, por questões passionais, na mesma semana.

Às 20h40 de sexta-feira, a vítima enviou mensagem aos familiares a comunicar que, apesar de ter saído cedo do serviço, chegaria tarde a casa, por ter sido convidada pelo ex-namorado que pretendia liquidar uma dívida financeira.

Na mensagem, segundo uma fonte familiar citada pela Angop, Yelissa explica que a dívida devia ser paga no bairro do Cambiote, oito quilómetros da cidade do Huambo, para onde se deslocaria com o ex-namorado, tendo de seguida desligado o telemóvel, o que deixou a família preocupada.

O corpo da vítima foi encontrado por detrás de uma árvore caída, nas proximidades da floresta do Sacaála, arredores da cidade do Huambo, enquanto a sua viatura foi encontrada no interior da Lagoa do R21, a uma distância de 10 quilómetros a sudeste do local do crime.

De acordo com um comunicado da Polícia Nacional, o suspeito e a vítima mantiveram supostamente uma relação de amizade, o que os terá motivo a se reencontrarem para reaver uma dívida que o suspeito havia contraído da vítima.

Entretanto, o porta-voz da PNA no Huambo, inspector-chefe Paulo Chindele Cassinda, citado pelo Jornal de Angola, garante que o suposto homicida encontra-se sob custódia das autoridades policiais, enquanto decorre a instauração do processo-crime para, posteriormente, ser remetido ao Ministério Público.

6galeria

Redacção

Uma jovem de 24 anos de idade foi brutalmente assassinada na madrugada deste último sábado, 31 de Agosto, na cidade do Huambo, supostamente pelo ex-namorado, que a terá raptado quando esta saía do serviço.

Trata-se de Yelissa Mendes, filha de um missionário brasileiro da Igreja Baptista, que em vida finalizava do curso de Literatura Inglesa pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e leccionava Inglês numa instituição de ensino médio, e cuja morte eleva para dois o número de assassinatos naquela região, por questões passionais, na mesma semana.

Às 20h40 de sexta-feira, a vítima enviou mensagem aos familiares a comunicar que, apesar de ter saído cedo do serviço, chegaria tarde a casa, por ter sido convidada pelo ex-namorado que pretendia liquidar uma dívida financeira.

Na mensagem, segundo uma fonte familiar citada pela Angop, Yelissa explica que a dívida devia ser paga no bairro do Cambiote, oito quilómetros da cidade do Huambo, para onde se deslocaria com o ex-namorado, tendo de seguida desligado o telemóvel, o que deixou a família preocupada.

O corpo da vítima foi encontrado por detrás de uma árvore caída, nas proximidades da floresta do Sacaála, arredores da cidade do Huambo, enquanto a sua viatura foi encontrada no interior da Lagoa do R21, a uma distância de 10 quilómetros a sudeste do local do crime.

De acordo com um comunicado da Polícia Nacional, o suspeito e a vítima mantiveram supostamente uma relação de amizade, o que os terá motivo a se reencontrarem para reaver uma dívida que o suspeito havia contraído da vítima.

Entretanto, o porta-voz da PNA no Huambo, inspector-chefe Paulo Chindele Cassinda, citado pelo Jornal de Angola, garante que o suposto homicida encontra-se sob custódia das autoridades policiais, enquanto decorre a instauração do processo-crime para, posteriormente, ser remetido ao Ministério Público.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form