Actualidade
Constatação

Ilha de Luanda regista potencial descarga de material contaminado

Ilha de Luanda regista potencial descarga de material contaminado
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente informa que tomou conhecimento, nas últimas horas do passado dia 15 deste mês, da ocorrência de uma descarga, no mar, de material contaminado que afectou a zona balnear das praias próximas da rotunda do posto de abastecimento da Pumangol até as proximidades do restaurante Jango Veleiro, na Ilha de Luanda.

As constatações preliminares demonstram uma potencial descarga de pequenas dimensões, de origem desconhecida, mas provavelmente a sul da Ilha de Luanda.

A mancha da descarga na água não foi localizada, pelo que se acredita ter sido ultrapassada pela acção mecânica das ondas que quebrou os hidrocarbonetos e permitiu a sua rápida dissolução no corpo de água.

Entretanto, esteve no local, desde as primeiras horas de ontem, dia 16, uma equipa da Operação Transparência no Mar (Capitania do Porto de Luanda, Instituto de Investigação Pesqueira e Marinha, Unidade de Derrame, Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos e Polícia fiscal), que fez uma avaliação preliminar.

Testes adicionais serão efectuados com celeridade, em parceria com outros departamentos ministeriais do Executivo, para se chegar à conclusões mais aprofundadas, avança o comunicado enviado ao ONgoma News.

O ministério apela desde já, aos munícipes de Luanda e à sociedade em geral, essencialmente aos moradores daquela área, para que mantenham a calma e a serenidade, enquanto decorrem as nossas diligências, sendo que "tão logo terminem as investigações serão divulgados os seus resultados".

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente informa que tomou conhecimento, nas últimas horas do passado dia 15 deste mês, da ocorrência de uma descarga, no mar, de material contaminado que afectou a zona balnear das praias próximas da rotunda do posto de abastecimento da Pumangol até as proximidades do restaurante Jango Veleiro, na Ilha de Luanda.

As constatações preliminares demonstram uma potencial descarga de pequenas dimensões, de origem desconhecida, mas provavelmente a sul da Ilha de Luanda.

A mancha da descarga na água não foi localizada, pelo que se acredita ter sido ultrapassada pela acção mecânica das ondas que quebrou os hidrocarbonetos e permitiu a sua rápida dissolução no corpo de água.

Entretanto, esteve no local, desde as primeiras horas de ontem, dia 16, uma equipa da Operação Transparência no Mar (Capitania do Porto de Luanda, Instituto de Investigação Pesqueira e Marinha, Unidade de Derrame, Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos e Polícia fiscal), que fez uma avaliação preliminar.

Testes adicionais serão efectuados com celeridade, em parceria com outros departamentos ministeriais do Executivo, para se chegar à conclusões mais aprofundadas, avança o comunicado enviado ao ONgoma News.

O ministério apela desde já, aos munícipes de Luanda e à sociedade em geral, essencialmente aos moradores daquela área, para que mantenham a calma e a serenidade, enquanto decorrem as nossas diligências, sendo que "tão logo terminem as investigações serão divulgados os seus resultados".

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form