Actualidade
Mundo

Homem aterroriza França

 Homem aterroriza França
Foto por:
vídeo por:
DR



Um homem abriu fogo no mercado de Natal de Estrasburgo, no nordeste de França, causando três mortos e onze feridos, incluindo cinco em estado grave, avançam os meios de comunicação franceses, citando as autoridades.

O caso está a ser tratado como um ataque terrorista. O atirador já foi identificado. Trata-se de um homem de 29 anos, natural de Estrasburgo, ligado à pequena delinquência, com cadastro e classificado com um ficheiro “S” pelas autoridades francesas, o que significa ter ligações com indivíduos ou movimentos islâmicos radicais.

A Polícia francesa tinha-se deslocado a casa do suspeito durante a manhã para o deter na sequência de um delito, mas o indivíduo não estava no domicílio.

De acordo com a imprensa francesa, o suspeito, que fugiu a pé, encontra-se entricheirado numa rua a cerca de 2 km do local do ataque.

O atacante terá sido atingido por militares faziam a patrulha ao abrigo da operação "Sentinela", activa desde os atentados terroristas de Paris, altura em que foi decretado um estado de emergência em França desactivado há meses. O país permanece, no entanto, em estado de alerta máximo.

O ataque ocorreu numa altura em que o Parlamento Europeu estava repleto de eurodeputados e funcionários. Tal como outras pessoas no resto da cidade, quem estava na instituição europeia recebeu indicação para permanecerem no local até nova ordem.



6galeria

Redacção



Um homem abriu fogo no mercado de Natal de Estrasburgo, no nordeste de França, causando três mortos e onze feridos, incluindo cinco em estado grave, avançam os meios de comunicação franceses, citando as autoridades.

O caso está a ser tratado como um ataque terrorista. O atirador já foi identificado. Trata-se de um homem de 29 anos, natural de Estrasburgo, ligado à pequena delinquência, com cadastro e classificado com um ficheiro “S” pelas autoridades francesas, o que significa ter ligações com indivíduos ou movimentos islâmicos radicais.

A Polícia francesa tinha-se deslocado a casa do suspeito durante a manhã para o deter na sequência de um delito, mas o indivíduo não estava no domicílio.

De acordo com a imprensa francesa, o suspeito, que fugiu a pé, encontra-se entricheirado numa rua a cerca de 2 km do local do ataque.

O atacante terá sido atingido por militares faziam a patrulha ao abrigo da operação "Sentinela", activa desde os atentados terroristas de Paris, altura em que foi decretado um estado de emergência em França desactivado há meses. O país permanece, no entanto, em estado de alerta máximo.

O ataque ocorreu numa altura em que o Parlamento Europeu estava repleto de eurodeputados e funcionários. Tal como outras pessoas no resto da cidade, quem estava na instituição europeia recebeu indicação para permanecerem no local até nova ordem.



6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form