Arte e Cultura
Exposição

Fernando Vinha leva exposição individual à Escola Portuguesa de Luanda

Fernando Vinha leva exposição individual à Escola Portuguesa de Luanda
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

O artista plástico Fernando Vinha vai expor a sua nova obra, com o titulo "O homem esse desconhecido", na próxima segunda-feira, dia 16 de Abril, a partir das 15h00, na Escola Portuguesa de Luanda (EPL), localizada na Rua N´Gola M´Bandi, em Luanda.

De acordo com o artista, citado no comunicado que recebemos, o título é atribuído por Alexis Carrel (1873-1944), Biólogo Francês, a uma das suas obras, referindo-se sempre ao incompleto estudo do corpo humano.

A amostra ficará patente até o dia 20 do mesmo mês, "com referência exclusiva ao espírito humano, e sendo assim, poder-se-á dizer que cada homem tem duas personalidades: a pessoal, a verdadeira, e a social, raramente coincidente com a verdadeira, a que todos estamos submetidos independentemente da vontade de cada um.” 

Fernando Vinha é licenciado em Artes Plásticas (Escultura) pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (antiga ESBAP), Portugal. Foi docente durante 44 anos sem interrupção, dos quais 29 anos na EPL - Escola Portuguesa de Luanda, Angola. 

Herdou a vocação de seu Pai, extraordinário desenhador técnico, pintor, entalhador e carpinteiro de moldes.  Entretanto, em 1999, realizou a exposição individual de técnicas mistas e esculturas, denominada “O homem e o universo”, no Centro Camões, em Luanda. 

Fernando participou em várias edições da ´Coopearte´, na Galeria Celamar - 7ª (2010); 8ª (2011); 9ª (2012); e 10ª (2013). Em 2017 realizou a exposição individual também de técnicas mistas e esculturas, denominada ““Big Bang” ou “Deambulações à procura da verdade oculta na origem”, no ´ELA - Espaço Luanda Arte´, sito no prédio da DeBeers, 4º piso, Luanda.

 

6galeria

Pedro Kididi

Jornalista

O artista plástico Fernando Vinha vai expor a sua nova obra, com o titulo "O homem esse desconhecido", na próxima segunda-feira, dia 16 de Abril, a partir das 15h00, na Escola Portuguesa de Luanda (EPL), localizada na Rua N´Gola M´Bandi, em Luanda.

De acordo com o artista, citado no comunicado que recebemos, o título é atribuído por Alexis Carrel (1873-1944), Biólogo Francês, a uma das suas obras, referindo-se sempre ao incompleto estudo do corpo humano.

A amostra ficará patente até o dia 20 do mesmo mês, "com referência exclusiva ao espírito humano, e sendo assim, poder-se-á dizer que cada homem tem duas personalidades: a pessoal, a verdadeira, e a social, raramente coincidente com a verdadeira, a que todos estamos submetidos independentemente da vontade de cada um.” 

Fernando Vinha é licenciado em Artes Plásticas (Escultura) pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (antiga ESBAP), Portugal. Foi docente durante 44 anos sem interrupção, dos quais 29 anos na EPL - Escola Portuguesa de Luanda, Angola. 

Herdou a vocação de seu Pai, extraordinário desenhador técnico, pintor, entalhador e carpinteiro de moldes.  Entretanto, em 1999, realizou a exposição individual de técnicas mistas e esculturas, denominada “O homem e o universo”, no Centro Camões, em Luanda. 

Fernando participou em várias edições da ´Coopearte´, na Galeria Celamar - 7ª (2010); 8ª (2011); 9ª (2012); e 10ª (2013). Em 2017 realizou a exposição individual também de técnicas mistas e esculturas, denominada ““Big Bang” ou “Deambulações à procura da verdade oculta na origem”, no ´ELA - Espaço Luanda Arte´, sito no prédio da DeBeers, 4º piso, Luanda.

 

Pedro Kididi

Jornalista

Licenciado em Gestão e Administração pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, Félix Abias é um jornalista angolano que explora temas ligados à política e economia local. Actualmente trabalha para o Grupo Média Rumo

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form