Actualidade
Financiamento

Facilcred financia actividade agrícola com 329 milhões de kwanzas

Facilcred financia actividade agrícola com 329 milhões de kwanzas
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

A Facilcred, uma instituição de micro-crédito parceira do Banco BNI, está a trabalhar com 412 agricultores da província do Huambo, em colaboração com a LRMI - Investment Africa, S.A., representante oficial em Angola da Syngenta Global, empresa implantada em 90 países e especializada na implementação de projectos agrícolas.

A empresa está a financiar a actividade de 412 agricultores na província do Huambo, com o valor global de 329 milhões de kwanzas e, segundo os seus responsáveis, este financiamento vai, sobretudo, beneficiar agricultores organizados em cooperativas, que vão desenvolver as suas actividades numa área de 539 hectares, nos municípios do Londuimbale, Bailundo, Huambo, Caála, Ekunha, Longongo, Catchiungo e Tchicala-Tcholoanga.

De acordo com o comunicado enviado ao ONgoma News, para além do acesso ao crédito, estes agricultores vão também beneficiar de um kit que inclui insumos agrícolas, uma acção de formação sobre novas técnicas de produção de milho, assistência técnica e monitorização por satélite dos campos cultivados.

Posteriormente, continuarão a ser apoiados durante o processo de escoamento e venda dos produtos.

Aquando da assinatura do contrato de financiamento, estes agricultores procedem à abertura de contas bancárias, instrumentos essenciais para que possam agilizar os processos de recebimento e a sua presença na cadeia de produção de forma empresarial, ainda de acordo com a nota.

O documento recorda então que, em 2019, a Facilcred e a LRMI lançaram o projecto piloto que beneficiou 20 agricultores no Huambo, os quais produziram 500 toneladas de milho.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A Facilcred, uma instituição de micro-crédito parceira do Banco BNI, está a trabalhar com 412 agricultores da província do Huambo, em colaboração com a LRMI - Investment Africa, S.A., representante oficial em Angola da Syngenta Global, empresa implantada em 90 países e especializada na implementação de projectos agrícolas.

A empresa está a financiar a actividade de 412 agricultores na província do Huambo, com o valor global de 329 milhões de kwanzas e, segundo os seus responsáveis, este financiamento vai, sobretudo, beneficiar agricultores organizados em cooperativas, que vão desenvolver as suas actividades numa área de 539 hectares, nos municípios do Londuimbale, Bailundo, Huambo, Caála, Ekunha, Longongo, Catchiungo e Tchicala-Tcholoanga.

De acordo com o comunicado enviado ao ONgoma News, para além do acesso ao crédito, estes agricultores vão também beneficiar de um kit que inclui insumos agrícolas, uma acção de formação sobre novas técnicas de produção de milho, assistência técnica e monitorização por satélite dos campos cultivados.

Posteriormente, continuarão a ser apoiados durante o processo de escoamento e venda dos produtos.

Aquando da assinatura do contrato de financiamento, estes agricultores procedem à abertura de contas bancárias, instrumentos essenciais para que possam agilizar os processos de recebimento e a sua presença na cadeia de produção de forma empresarial, ainda de acordo com a nota.

O documento recorda então que, em 2019, a Facilcred e a LRMI lançaram o projecto piloto que beneficiou 20 agricultores no Huambo, os quais produziram 500 toneladas de milho.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form