Sociedade
Exposição

Evento pretende enfatizar a indústria criativa angolana

Evento pretende enfatizar a indústria criativa angolana
Foto por:
vídeo por:
DR

Está aberta desde hoje, até ao dia 28 deste mês, a 2ª edição da Expo Nacional do Criador, uma exposição de artigos de moda criados por estilistas nacionais, onde se destaca o eclecticismo de uma arte em constante crescimento, resultante duma parceria entre a Hadja Models e o Belas Shopping.  

O evento, que faz parte do calendário do centro comercial, destaca o trabalho de estilistas cujos nomes são sinónimo da moda angolana e traz para esta segunda edição, com o tema “Angola Sensations”, nomes como Nadir Tati, Hassie Oliveira (Hava), Iracema Matias (Regarde Moi), Márcia Ferrandez (Cinco Cores), Ananírcia (Atelier Wiltic), Joana Rocha, We Rock e Rolanda Pereira.

Com colecções autorais e um processo criativo muito pessoal, as estilistas apresentam trabalhos inovadores, com uma carga emocional muito forte, onde a mistura de materiais, estampas, modelagens femininas e masculinas se misturam, de acordo com o comunicado enviado ao Ongoma News.

É possível ver comprimentos assimétricos e peças com movimento e volume, o que traduz o estilo de um público contemporâneo. O design e a qualidade das criações preenchem uma lacuna entre as marcas de luxo e o fast-fashion, refere o documento.

“É um evento onde pretendemos apresentar colecções com raízes de alta-costura para redefinir o luxo e o estilo com propostas de preços acessíveis e onde há um intercâmbio maior entre nós estilistas, o que nos permite perceber melhor esta nova geração de consumidores, mais versátil e ultra moderna”, disse Nadir Tati.

Já Hadjalmar El Vaim, um dos organizadores do evento, referiu que o que se prentende com a iniciativa é nada mais é do que valorizar as peças de roupa, acessórios e calçados que têm na sua etiqueta a especificação “Feito em Angola”, “e olharmos com mais respeito e carinho para os empreendedores e as pequenas empresas do nosso país, que produzem localmente e em menor escala, mas prezando sempre pela melhor qualidade e depositando muito amor naquilo que produzem”.

Para Irmala de Souza, Directora de Marketing do Belas Shopping, este é um evento que se pretende que seja um dos principais promotores do intercâmbio cultural e artístico, com a apresentação de propostas inovadoras e onde há a participação de estilistas com créditos firmados no universo da moda, há a necessidade reunir marcas conceituadas e outras emergentes no mesmo espaço para que sejam uma referência do sector, e enfatiza ainda a necessidade de criação de uma indústria de moda criativa para tornar Angola uma referência nesse segmento.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

Está aberta desde hoje, até ao dia 28 deste mês, a 2ª edição da Expo Nacional do Criador, uma exposição de artigos de moda criados por estilistas nacionais, onde se destaca o eclecticismo de uma arte em constante crescimento, resultante duma parceria entre a Hadja Models e o Belas Shopping.  

O evento, que faz parte do calendário do centro comercial, destaca o trabalho de estilistas cujos nomes são sinónimo da moda angolana e traz para esta segunda edição, com o tema “Angola Sensations”, nomes como Nadir Tati, Hassie Oliveira (Hava), Iracema Matias (Regarde Moi), Márcia Ferrandez (Cinco Cores), Ananírcia (Atelier Wiltic), Joana Rocha, We Rock e Rolanda Pereira.

Com colecções autorais e um processo criativo muito pessoal, as estilistas apresentam trabalhos inovadores, com uma carga emocional muito forte, onde a mistura de materiais, estampas, modelagens femininas e masculinas se misturam, de acordo com o comunicado enviado ao Ongoma News.

É possível ver comprimentos assimétricos e peças com movimento e volume, o que traduz o estilo de um público contemporâneo. O design e a qualidade das criações preenchem uma lacuna entre as marcas de luxo e o fast-fashion, refere o documento.

“É um evento onde pretendemos apresentar colecções com raízes de alta-costura para redefinir o luxo e o estilo com propostas de preços acessíveis e onde há um intercâmbio maior entre nós estilistas, o que nos permite perceber melhor esta nova geração de consumidores, mais versátil e ultra moderna”, disse Nadir Tati.

Já Hadjalmar El Vaim, um dos organizadores do evento, referiu que o que se prentende com a iniciativa é nada mais é do que valorizar as peças de roupa, acessórios e calçados que têm na sua etiqueta a especificação “Feito em Angola”, “e olharmos com mais respeito e carinho para os empreendedores e as pequenas empresas do nosso país, que produzem localmente e em menor escala, mas prezando sempre pela melhor qualidade e depositando muito amor naquilo que produzem”.

Para Irmala de Souza, Directora de Marketing do Belas Shopping, este é um evento que se pretende que seja um dos principais promotores do intercâmbio cultural e artístico, com a apresentação de propostas inovadoras e onde há a participação de estilistas com créditos firmados no universo da moda, há a necessidade reunir marcas conceituadas e outras emergentes no mesmo espaço para que sejam uma referência do sector, e enfatiza ainda a necessidade de criação de uma indústria de moda criativa para tornar Angola uma referência nesse segmento.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form