Actualidade
Saúde

EUA vão investir 63 milhões de dólares no combate à malária e ao Sida em Angola

EUA vão investir 63 milhões de dólares no combate à malária e ao Sida em Angola
Foto por:
vídeo por:
DR

O Governo dos EUA, através da Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), vai investir 63 milhões de dólares destinados à melhoria da gestão em quatro áreas, denominadamente, a malária, VIH/Sida, planeamento familiar e capacitação de quadros locais, avançou a Angop.

O novo programa de saúde foi lançado ontem, na província de Malanje, para os próximos cinco anos. A ser implementado entre 2017 e 2021, será gerido por parceiros internacionais e nacionais da USAID em Angola, como o Population Services International (PSI), Management Services for Health (MSH), Tropical Health, The MENTOR Initiative, Rede Mulher Angola e a TecnoSaúde. A fonte refere ainda que a implementação deste programa tem a estreita colaboração do Governo de Angola, através do Instituto Nacional de Luta contra o Sida, do Programa Nacional de Controlo da Malária e do Departamento de Recursos Humanos.    

O director da USAID em Angola, Derrick Brown, assegurou que novo programa de 63 milhões de dólares está focalizado na luta contra o SIDA e planeamento familiar. Acrescenta igualmente que as metas principais a serem atingidas passam por 90 porcento de pessoas que recebem a terapia de VIH/Sida em Luanda, alcançando mais de 7000 pessoas por ano e aumentar o uso entre os angolanos de contraceptivos de 30 a 53 porcento nas províncias de Luanda e Huambo. 

 O programa foi lançado no mesmo dia que a campanha nacional de distribuição de redes mosquiteiras tratadas com insecticida, que será feita em três fases, sendo as primeiras províncias as de Malanje, Cuanza Norte, Lunda Norte, Uíge e Zaire e as outras províncias receberão os mosquiteiros no final deste ano e no início de 2018. 

 A USAID, através da Iniciativa Presidencial de Luta Contra a Malária/PMI, está a doar um total de 2,9 milhões de mosquiteiros para esta ronda, como suporte dos esforços do Ministério da Saúde e do Plano Nacional de Luta Contra a Malária.  

 

6galeria

Venâncio Chambumba

O Governo dos EUA, através da Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), vai investir 63 milhões de dólares destinados à melhoria da gestão em quatro áreas, denominadamente, a malária, VIH/Sida, planeamento familiar e capacitação de quadros locais, avançou a Angop.

O novo programa de saúde foi lançado ontem, na província de Malanje, para os próximos cinco anos. A ser implementado entre 2017 e 2021, será gerido por parceiros internacionais e nacionais da USAID em Angola, como o Population Services International (PSI), Management Services for Health (MSH), Tropical Health, The MENTOR Initiative, Rede Mulher Angola e a TecnoSaúde. A fonte refere ainda que a implementação deste programa tem a estreita colaboração do Governo de Angola, através do Instituto Nacional de Luta contra o Sida, do Programa Nacional de Controlo da Malária e do Departamento de Recursos Humanos.    

O director da USAID em Angola, Derrick Brown, assegurou que novo programa de 63 milhões de dólares está focalizado na luta contra o SIDA e planeamento familiar. Acrescenta igualmente que as metas principais a serem atingidas passam por 90 porcento de pessoas que recebem a terapia de VIH/Sida em Luanda, alcançando mais de 7000 pessoas por ano e aumentar o uso entre os angolanos de contraceptivos de 30 a 53 porcento nas províncias de Luanda e Huambo. 

 O programa foi lançado no mesmo dia que a campanha nacional de distribuição de redes mosquiteiras tratadas com insecticida, que será feita em três fases, sendo as primeiras províncias as de Malanje, Cuanza Norte, Lunda Norte, Uíge e Zaire e as outras províncias receberão os mosquiteiros no final deste ano e no início de 2018. 

 A USAID, através da Iniciativa Presidencial de Luta Contra a Malária/PMI, está a doar um total de 2,9 milhões de mosquiteiros para esta ronda, como suporte dos esforços do Ministério da Saúde e do Plano Nacional de Luta Contra a Malária.  

 

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form