Arte e Cultura
Exposição

Etona inaugura amanhã expo tour em Cacuaco

Etona inaugura amanhã expo tour em Cacuaco
Foto por:
vídeo por:
DR

‘Contemplação’ é a expo tour que marca a volta do artista plástico angolano Etona à ribalta, com a exposição da peça única em escultura "Cegueira da justiça", que será inaugurada amanhã, sexta-feira, dia 31 de Julho.

Em alusão e homenagem à Mulher Africana, em Cacuaco, Luanda, o evento decorrerá nas mediações do tanque de água e das pedonais, pelas 9 horas.

A obra assemelha-se à deusa grega da justiça, Témis, representando uma mulher com pano que venda os olhos e umas tantas pessoas às suas costas, com as implorantes esticadas, de acordo com o comunicado que recebemos.

O projecto, refere ainda a nota, engloba ainda a exibição de mais três peças diferentes pelos municípios de Luanda, passando por Cazenga, Viana, e culmina na Mutamba, frente à Igreja dos Remédios, entre os edifícios da Sonangol e Correios, em Luanda.

De nome artístico ‘Etona’, António Tomás Ana, de 59 anos, natural do Soyo, província do Zaire, é membro ordinário da Associação Internacional da Estética, da Federação Mundial das Associações de Filosofia, membro efectivo da União Nacional dos Artistas Plásticos Angolanos (Luanda–Angola), da Associação Novos Artistas Sedeados em Portugal (Lisboa), do Centro Internacional de Escultura (Sintra-Lisboa), do Circulo Artístico Artur Bual, Portugal, da Direcção da Ascofa (Associação de Apoio aos combatentes das Ex-FAPLA), com as funções de chefe de departamento de M.I.E Relações Públicas e ainda sócio de ouro da Cooperativa Árvore, Porto/Portugal, 2018.

Detentor de vários e condecorações, pela sua grandeza e magnitude de suas obras, Etona é motivo de estudos em varias universidades e deu origem a uma obra intitulada ‘Etonismo: Formas e Normas da Razão Tolerante’, do autor angolano Patrício Batsîkama.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

‘Contemplação’ é a expo tour que marca a volta do artista plástico angolano Etona à ribalta, com a exposição da peça única em escultura "Cegueira da justiça", que será inaugurada amanhã, sexta-feira, dia 31 de Julho.

Em alusão e homenagem à Mulher Africana, em Cacuaco, Luanda, o evento decorrerá nas mediações do tanque de água e das pedonais, pelas 9 horas.

A obra assemelha-se à deusa grega da justiça, Témis, representando uma mulher com pano que venda os olhos e umas tantas pessoas às suas costas, com as implorantes esticadas, de acordo com o comunicado que recebemos.

O projecto, refere ainda a nota, engloba ainda a exibição de mais três peças diferentes pelos municípios de Luanda, passando por Cazenga, Viana, e culmina na Mutamba, frente à Igreja dos Remédios, entre os edifícios da Sonangol e Correios, em Luanda.

De nome artístico ‘Etona’, António Tomás Ana, de 59 anos, natural do Soyo, província do Zaire, é membro ordinário da Associação Internacional da Estética, da Federação Mundial das Associações de Filosofia, membro efectivo da União Nacional dos Artistas Plásticos Angolanos (Luanda–Angola), da Associação Novos Artistas Sedeados em Portugal (Lisboa), do Centro Internacional de Escultura (Sintra-Lisboa), do Circulo Artístico Artur Bual, Portugal, da Direcção da Ascofa (Associação de Apoio aos combatentes das Ex-FAPLA), com as funções de chefe de departamento de M.I.E Relações Públicas e ainda sócio de ouro da Cooperativa Árvore, Porto/Portugal, 2018.

Detentor de vários e condecorações, pela sua grandeza e magnitude de suas obras, Etona é motivo de estudos em varias universidades e deu origem a uma obra intitulada ‘Etonismo: Formas e Normas da Razão Tolerante’, do autor angolano Patrício Batsîkama.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form