Sociedade
Formação

Estudantes universitários e gestores serão treinados em Oratória e Língua Portuguesa

Estudantes universitários e gestores serão treinados em Oratória e Língua Portuguesa
Foto por:
vídeo por:
Cedidas

A Associação dos Jovens Amigos da Literatura (AJAL) e a Reforma Angola vão realizar nos dias 21, 22 e 28 de Dezembro, na escola BULE, Futungo, um treinamento profissional de Oratória e Língua Portuguesa dirigido a gestores públicos e privados, bem como estudantes universitários.

O treinamento de Oratória e Língua Portuguesa conta com dois temas principais, “Como falar em público e perder o medo”, níveis I e II, e “Como falar e escrever correctamente em Língua Portuguesa”, compreendendo 22 horas de carga horária, com o formador de Oratória e Consultor de Comunicação Camilo Lemos e o especialista em Línguas e Literatura Manuel Ngunza, que dirigirão o curso onde se propõe, entre outros objectivos, aprender a falar em público, dominando as técnicas para começar e terminar uma locução em público, aprender a gerir o stress durante uma comunicação em público, dominando as técnicas de gestão de stress, bem como o comportamento do cérebro fácil às coisas novas.

De acordo com o comunicado da organização, falar em público continua sendo um problema para muitas pessoas. As causas vão desde o terror que se apossa das pessoas sempre que são desafiadas a enfrentar o público à falta de instrução sobre como começar e terminar uma abordagem em público. Os gestores demonstram uma acentuada debilidade em proferir discurso público dentro das boas práticas da Oratória, lê-se no documento.

Os estudantes, por sua vez, “deixam a desejar quando o assunto é defender um tema perante o público, o que torna preocupante se tivermos que pensar que são estes estudantes que se tornarão directores, ministros, secretários de Estados, administradores e obrigados a servir e a se comunicar com o público. Tanto o falar em público quanto o falar e escrever correctamente em Língua Portuguesa são duas ferramentas importantes da comunicação cujas técnicas e habilidades vão ser ensinadas durante o treinamento”, refere ainda o comunicado que recebemos.

De acordo com a porta-voz do evento, Engrácia Evaristo, a formação é, entretanto, destinada às pessoas com dificuldades de falar em público e de se comunicarem persuasivamente. É também destinada àquelas pessoas que queiram melhorar a sua capacidade de comunicação em público, bem como de escrita, e os interessados podem inscrever-se através dos emails reformaangola@gmail.com e ajal.amigos@gmail.com, ou ainda ligar para 990045231.

6galeria

Andrade Lino

Jornalista

Estudante de Língua Portuguesa e Comunicação, amante de artes visuais, música e poesia.

A Associação dos Jovens Amigos da Literatura (AJAL) e a Reforma Angola vão realizar nos dias 21, 22 e 28 de Dezembro, na escola BULE, Futungo, um treinamento profissional de Oratória e Língua Portuguesa dirigido a gestores públicos e privados, bem como estudantes universitários.

O treinamento de Oratória e Língua Portuguesa conta com dois temas principais, “Como falar em público e perder o medo”, níveis I e II, e “Como falar e escrever correctamente em Língua Portuguesa”, compreendendo 22 horas de carga horária, com o formador de Oratória e Consultor de Comunicação Camilo Lemos e o especialista em Línguas e Literatura Manuel Ngunza, que dirigirão o curso onde se propõe, entre outros objectivos, aprender a falar em público, dominando as técnicas para começar e terminar uma locução em público, aprender a gerir o stress durante uma comunicação em público, dominando as técnicas de gestão de stress, bem como o comportamento do cérebro fácil às coisas novas.

De acordo com o comunicado da organização, falar em público continua sendo um problema para muitas pessoas. As causas vão desde o terror que se apossa das pessoas sempre que são desafiadas a enfrentar o público à falta de instrução sobre como começar e terminar uma abordagem em público. Os gestores demonstram uma acentuada debilidade em proferir discurso público dentro das boas práticas da Oratória, lê-se no documento.

Os estudantes, por sua vez, “deixam a desejar quando o assunto é defender um tema perante o público, o que torna preocupante se tivermos que pensar que são estes estudantes que se tornarão directores, ministros, secretários de Estados, administradores e obrigados a servir e a se comunicar com o público. Tanto o falar em público quanto o falar e escrever correctamente em Língua Portuguesa são duas ferramentas importantes da comunicação cujas técnicas e habilidades vão ser ensinadas durante o treinamento”, refere ainda o comunicado que recebemos.

De acordo com a porta-voz do evento, Engrácia Evaristo, a formação é, entretanto, destinada às pessoas com dificuldades de falar em público e de se comunicarem persuasivamente. É também destinada àquelas pessoas que queiram melhorar a sua capacidade de comunicação em público, bem como de escrita, e os interessados podem inscrever-se através dos emails reformaangola@gmail.com e ajal.amigos@gmail.com, ou ainda ligar para 990045231.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form