Arte e Cultura

Espaço Luanda Arte participa de feira internacional em Paris

Espaço Luanda Arte participa de feira internacional em Paris
Foto por:
vídeo por:

O Espaço Luanda Arte (ELA) vai estar na feira internacional de arte “Art Paris Art Fair”, na capital francesa, que acontece entre os dias 30 de Março e 2 de Abril, no Grand Palais.

Para falar sobre a sua participação evento, a galeria vai promover uma conferência de imprensa na sua sede, na terça-feira, dia 21. A “Art Paris Art Fair” reúne 140 galerias de cerca de 20 países, incluindo Angola, para explorar a arte europeia do período pós-guerra até aos dias de hoje, bem como as cenas emergentes internacionais de arte. 

Desde 2012, a feira tem vindo a construir uma excelente reputação na cena artística mundial. Depois da Ásia, o “Art Paris Art Fair” continua o seu compromisso de trazer à luz cenas de arte emergente, refere um comunicado de imprensa.

Em 2017, África é convidada de honra com um projecto curado pela consultora cultural independente e curadora Marie-Ann Yemsi. O objetivo, como refere a nota enviada ao Acelera Angola, é trabalhar com galerias e artistas do continente africano e da diáspora para destacar a riqueza e a diversidade da criatividade africana contemporânea. Quanto aos outros atractivos, está ainda reservado um simpósio, "um programa de projecções de vídeo e vários projectos especiais alargarão esta exploração e irão oferecer uma visão aprofundada da fertilidade criativa e da energia do continente africano. O projecto apoia jovens galerias e talentos emergentes", refere a nota.

A galeria Espaço Luanda Arte, representada pelos artistas Binelde Hyrcan, Pedro Pires e Capela Paulo, estará localizada na secção &&, que é dedicada a jovens galerias com menos de seis anos de actividade. A secção está localizada no centro do Grand Palais, e é composta por 12 galerias que podem apresentar até três artistas no máximo. "O ELA vai levar o trabalho dos artistas angolanos e, neste sentido, a galeria está interessada em fomentar e promover a ´Arte Contemporânea Angolana´ e seus praticantes, tanto no plano nacional como internacional", conclui o comunicado.

6galeria

Redacção

O Espaço Luanda Arte (ELA) vai estar na feira internacional de arte “Art Paris Art Fair”, na capital francesa, que acontece entre os dias 30 de Março e 2 de Abril, no Grand Palais.

Para falar sobre a sua participação evento, a galeria vai promover uma conferência de imprensa na sua sede, na terça-feira, dia 21. A “Art Paris Art Fair” reúne 140 galerias de cerca de 20 países, incluindo Angola, para explorar a arte europeia do período pós-guerra até aos dias de hoje, bem como as cenas emergentes internacionais de arte. 

Desde 2012, a feira tem vindo a construir uma excelente reputação na cena artística mundial. Depois da Ásia, o “Art Paris Art Fair” continua o seu compromisso de trazer à luz cenas de arte emergente, refere um comunicado de imprensa.

Em 2017, África é convidada de honra com um projecto curado pela consultora cultural independente e curadora Marie-Ann Yemsi. O objetivo, como refere a nota enviada ao Acelera Angola, é trabalhar com galerias e artistas do continente africano e da diáspora para destacar a riqueza e a diversidade da criatividade africana contemporânea. Quanto aos outros atractivos, está ainda reservado um simpósio, "um programa de projecções de vídeo e vários projectos especiais alargarão esta exploração e irão oferecer uma visão aprofundada da fertilidade criativa e da energia do continente africano. O projecto apoia jovens galerias e talentos emergentes", refere a nota.

A galeria Espaço Luanda Arte, representada pelos artistas Binelde Hyrcan, Pedro Pires e Capela Paulo, estará localizada na secção &&, que é dedicada a jovens galerias com menos de seis anos de actividade. A secção está localizada no centro do Grand Palais, e é composta por 12 galerias que podem apresentar até três artistas no máximo. "O ELA vai levar o trabalho dos artistas angolanos e, neste sentido, a galeria está interessada em fomentar e promover a ´Arte Contemporânea Angolana´ e seus praticantes, tanto no plano nacional como internacional", conclui o comunicado.

6galeria

Artigos relacionados