Sociedade
Educação

Escolas voltam a acolher projecto “Cinema móvel”

Escolas voltam a acolher projecto “Cinema móvel”
Foto por:
vídeo por:
DR

A segunda fase do projecto educativo “Cinema móvel nas escolas” foi hoje lançada pela empresa Tondinha e Irmãos Lda, no Instituto Médio Comercial de Luanda (IMCL), em Luanda.

O projecto visa o resgate dos valores cívicos, morais e culturais, e serve de mais valia para o ensino e aprendizado, sendo que proporciona ainda aos estudantes experiências diferentes da aula tradicional, segundo o director-geral daquela instituição de ensino, Novais Kimbanda, para quem os filmes educativos, mesmo sendo de curta-metragem, remetem o aluno num espaço vivo que se consolida em outros mecanismos para elevar o nível de aproveitamento.

Durante o evento que marcou o regresso dessa iniciativa, os alunos assistiram a secções de filmes educativos de curta-metragem com temáticas de educação ambiental e rodoviária, de acordo com a Angop.

O projecto educativo  foi lançado em 2014 pela empresa Tondinha e Irmãos Lda, em parceria com os Ministérios da Educação e da Cultura e o Instituto Angolano de Cinema Audiovisual (IACA).

Por sua vez, o director-geral do projecto, Paulo Jacinto, informou que há igualmente em carteira um outro Projecto de Ensino e Aprendizagem em Cinema (Peacin), que já foi entregue ao Ministério da Educação e aguarda pela sua aprovação.

A implementação do novo sistema de ensino com conteúdos audiovisuais permitirá ajudar os alunos a usar como instrumento de aprendizado as línguas nacionais kikongo, kimbundo e umbundu.

6galeria

Redacção

A segunda fase do projecto educativo “Cinema móvel nas escolas” foi hoje lançada pela empresa Tondinha e Irmãos Lda, no Instituto Médio Comercial de Luanda (IMCL), em Luanda.

O projecto visa o resgate dos valores cívicos, morais e culturais, e serve de mais valia para o ensino e aprendizado, sendo que proporciona ainda aos estudantes experiências diferentes da aula tradicional, segundo o director-geral daquela instituição de ensino, Novais Kimbanda, para quem os filmes educativos, mesmo sendo de curta-metragem, remetem o aluno num espaço vivo que se consolida em outros mecanismos para elevar o nível de aproveitamento.

Durante o evento que marcou o regresso dessa iniciativa, os alunos assistiram a secções de filmes educativos de curta-metragem com temáticas de educação ambiental e rodoviária, de acordo com a Angop.

O projecto educativo  foi lançado em 2014 pela empresa Tondinha e Irmãos Lda, em parceria com os Ministérios da Educação e da Cultura e o Instituto Angolano de Cinema Audiovisual (IACA).

Por sua vez, o director-geral do projecto, Paulo Jacinto, informou que há igualmente em carteira um outro Projecto de Ensino e Aprendizagem em Cinema (Peacin), que já foi entregue ao Ministério da Educação e aguarda pela sua aprovação.

A implementação do novo sistema de ensino com conteúdos audiovisuais permitirá ajudar os alunos a usar como instrumento de aprendizado as línguas nacionais kikongo, kimbundo e umbundu.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form