Sociedade
Educação

Escolas de formação de professores ficam extintas e Magistério Mutu ya Kevela passa a formar docentes

Escolas de formação de professores ficam extintas e Magistério Mutu ya Kevela passa a formar docentes
Foto por:
vídeo por:
DR

O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e as escolas pedagógicas serão as únicas academias encarregues pela formação de professores em Angola para o ensino pré-escolar, primário e do primeiro ciclo do ensino secundário, informou hoje o director do Instituto Nacional de Quadros do Ministério da Educação (MED), Isaac Paxe.

Segundo o responsável, esta decisão foi oficializada através do Decreto Presidencial 205/18, de 3 de Setembro, implicando que o Magistério Primário e os institutos Garcia Neto e António Jacinto sejam extintos, passando da formação de professores para estes níveis de ensino para o Magistério Mutu ya Kevela, antigo Liceu Salvador Correia, em Luanda.

É um programa do Executivo que prevê que até 2027 a formação de professores seja somente no ensino superior, neste caso, no ISCED e nas escolas superiores pedagógicas, e assim, as escolas de formação de professores, tal como o Magistério Primário, o Instituto Normal de Educação Garcia Neto, António Jacinto e as demais instituições para o efeito, a nível da província, deixam de leccionar cursos pedagógicos profissionais, de acordo com Isaac Paxe, que falou ao Novo Jornal.

“Cada governo provincial vai decidir o que vai fazer com as escolas, cujos cursos deixaram de existir, em função da oferta formativa nestas áreas”, referiu a fonte, e adiantou que o MED vai reduzir, este ano, a oferta formativa para o ensino secundário pedagógico e está proibido o licenciamento de criação de novas escolas de formação de professores, em todo o território nacional, sobretudo ao nível do sector privado.

Quantos aos núcleos dos magistérios fora de Luanda, disse que os mesmos já estão a ser encerrados e que nenhum deles vai leccionar no presente ano académico, pois estão proibidas de efectuarem inscrições, cabendo esta responsabilidade ao Liceu Salvador Correia, que tem uma capacidade para acolher 3.200 alunos, em dois turnos, e onde foram feitas avultadas obras de reabilitação nos últimos anos.

Recorde-se que o MED controla 94 escolas de formação de professores em todo o país, nas áreas pré-escolar, primária e primeiro ciclo do ensino secundário.

6galeria

Redacção

O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e as escolas pedagógicas serão as únicas academias encarregues pela formação de professores em Angola para o ensino pré-escolar, primário e do primeiro ciclo do ensino secundário, informou hoje o director do Instituto Nacional de Quadros do Ministério da Educação (MED), Isaac Paxe.

Segundo o responsável, esta decisão foi oficializada através do Decreto Presidencial 205/18, de 3 de Setembro, implicando que o Magistério Primário e os institutos Garcia Neto e António Jacinto sejam extintos, passando da formação de professores para estes níveis de ensino para o Magistério Mutu ya Kevela, antigo Liceu Salvador Correia, em Luanda.

É um programa do Executivo que prevê que até 2027 a formação de professores seja somente no ensino superior, neste caso, no ISCED e nas escolas superiores pedagógicas, e assim, as escolas de formação de professores, tal como o Magistério Primário, o Instituto Normal de Educação Garcia Neto, António Jacinto e as demais instituições para o efeito, a nível da província, deixam de leccionar cursos pedagógicos profissionais, de acordo com Isaac Paxe, que falou ao Novo Jornal.

“Cada governo provincial vai decidir o que vai fazer com as escolas, cujos cursos deixaram de existir, em função da oferta formativa nestas áreas”, referiu a fonte, e adiantou que o MED vai reduzir, este ano, a oferta formativa para o ensino secundário pedagógico e está proibido o licenciamento de criação de novas escolas de formação de professores, em todo o território nacional, sobretudo ao nível do sector privado.

Quantos aos núcleos dos magistérios fora de Luanda, disse que os mesmos já estão a ser encerrados e que nenhum deles vai leccionar no presente ano académico, pois estão proibidas de efectuarem inscrições, cabendo esta responsabilidade ao Liceu Salvador Correia, que tem uma capacidade para acolher 3.200 alunos, em dois turnos, e onde foram feitas avultadas obras de reabilitação nos últimos anos.

Recorde-se que o MED controla 94 escolas de formação de professores em todo o país, nas áreas pré-escolar, primária e primeiro ciclo do ensino secundário.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form