Showbiz
Moda

Empresária afirma que a BeatrizFranck veio para democratizar a moda em Angola

Empresária afirma que a BeatrizFranck veio para democratizar a moda em Angola
Foto por:
vídeo por:
DR

A empresária angolana Beatriz Franck afirmou que a sua marca nasceu para democratizar a moda em Angola e criar um consumo mais consciente e sustentável, “dando primazia à qualidade, à internacionalização e à proximidade com o cliente”.

Pioneira do mundo da moda há quase 20 anos, a estilista fez estas declarações por ocasião do lançamento do novo espaço multiuso da BeatrizFranck, o novo edifício sede da marca, um hub que alberga uma loja, um showroom e uma escola de moda, localizado no distrito do Benfica, em Luanda.  

No evento, que teve lugar nesta sexta-feira última, dia 15, Beatriz Franck disse ainda que, em Angola, comercializam-se produtos importados que são vendidos ao triplo do seu preço de custo.

“Há que mudar este paradigma. Temos muito potencial, há muito que fazer e muito espaço para crescer. Por isso, apostamos na inovação, na formação das novas gerações para fomentar o crescimento do sector da moda nacional, e no digital, para chegarmos mais longe e a mais pessoas com um produto diferenciador, acessível, com design e qualidade”, explicou a criadora,  lembrando que a indústria da moda é um segmento bastante relevante para a economia mundial, sendo que as receitas globais de e-commerce B2C (directo ao consumidor) atingem vendas de mais de 500 bilhões de dólares anualmente, o sector cresce em média 11,4% por ano e a expectativa de facturação para 2025 é de 1 trilhão de dólares.  

Diante da actual conjuntura mundial, a marca inovou, reinventou-se e reaprendeu. Apostou nas vendas através do site www.beatrizfranck.com e nas plataformas de e-commerce, conquistando países como o Congo Democrático, Moçambique, França, Canada, Portugal, UK e EUA.

Nesse diapasão, lê-se na nota enviada ao ONgoma News, a empresária não tem medo de arriscar, mesmo em tempos difíceis com a economia global comprometida, em que o mercado da moda foi fortemente impactado. Fez das dificuldades um desafio, investiu 1,5 milhão de dólares (10% financiado pela banca) e gerou mais 30 postos de trabalho directos, sendo ainda que tem participado um pouco por todo o mundo em exposições, feiras e eventos, demonstrando grande capacidade de resiliência e vontade de levar o selo “Made in Angola” para mais longe.

Ao longo da actividade, ainda de acordo com o documento, Beatriz Franck apresentou a sua nova colecção num desfile de moda a que se seguiu o corte de fita que assinalou o momento.

A cerimónia contou com a presença de muitas figuras ilustres, entre as quais Nina Maria Fite, Embaixadora dos Estados Unidos da América em Angola; Souad Alaoui, Embaixadora do Reino de Marrocos; Júlio Marcelino Vieira, Vice-Governador para o sector econômico; Manuel Gonçalves, Director Provincial da Cultura Turismo Juventude e Desporto, e Rui Duarte, Administrador Municipal de Talatona.

Pertencente ao Grupo Befran, Lda., a BeatrizFranck é uma organização vocacionada para o desenvolvimento da indústria da moda e assessórios, como a linha de óculos de sol lançada em Março deste ano ou a nova linha de echarpes e cachecóis apresentados nesta colecção.

Como referido na nota, os objectivos do grupo passam por continuar a expansão da marca no mercado nacional e internacional, diversificar a oferta de produtos mantendo a inovação e a qualidade, e continuar a contribuir para o crescimento da economia do país, gerando emprego e receitas no sector.

6galeria

Redacção

A empresária angolana Beatriz Franck afirmou que a sua marca nasceu para democratizar a moda em Angola e criar um consumo mais consciente e sustentável, “dando primazia à qualidade, à internacionalização e à proximidade com o cliente”.

Pioneira do mundo da moda há quase 20 anos, a estilista fez estas declarações por ocasião do lançamento do novo espaço multiuso da BeatrizFranck, o novo edifício sede da marca, um hub que alberga uma loja, um showroom e uma escola de moda, localizado no distrito do Benfica, em Luanda.  

No evento, que teve lugar nesta sexta-feira última, dia 15, Beatriz Franck disse ainda que, em Angola, comercializam-se produtos importados que são vendidos ao triplo do seu preço de custo.

“Há que mudar este paradigma. Temos muito potencial, há muito que fazer e muito espaço para crescer. Por isso, apostamos na inovação, na formação das novas gerações para fomentar o crescimento do sector da moda nacional, e no digital, para chegarmos mais longe e a mais pessoas com um produto diferenciador, acessível, com design e qualidade”, explicou a criadora,  lembrando que a indústria da moda é um segmento bastante relevante para a economia mundial, sendo que as receitas globais de e-commerce B2C (directo ao consumidor) atingem vendas de mais de 500 bilhões de dólares anualmente, o sector cresce em média 11,4% por ano e a expectativa de facturação para 2025 é de 1 trilhão de dólares.  

Diante da actual conjuntura mundial, a marca inovou, reinventou-se e reaprendeu. Apostou nas vendas através do site www.beatrizfranck.com e nas plataformas de e-commerce, conquistando países como o Congo Democrático, Moçambique, França, Canada, Portugal, UK e EUA.

Nesse diapasão, lê-se na nota enviada ao ONgoma News, a empresária não tem medo de arriscar, mesmo em tempos difíceis com a economia global comprometida, em que o mercado da moda foi fortemente impactado. Fez das dificuldades um desafio, investiu 1,5 milhão de dólares (10% financiado pela banca) e gerou mais 30 postos de trabalho directos, sendo ainda que tem participado um pouco por todo o mundo em exposições, feiras e eventos, demonstrando grande capacidade de resiliência e vontade de levar o selo “Made in Angola” para mais longe.

Ao longo da actividade, ainda de acordo com o documento, Beatriz Franck apresentou a sua nova colecção num desfile de moda a que se seguiu o corte de fita que assinalou o momento.

A cerimónia contou com a presença de muitas figuras ilustres, entre as quais Nina Maria Fite, Embaixadora dos Estados Unidos da América em Angola; Souad Alaoui, Embaixadora do Reino de Marrocos; Júlio Marcelino Vieira, Vice-Governador para o sector econômico; Manuel Gonçalves, Director Provincial da Cultura Turismo Juventude e Desporto, e Rui Duarte, Administrador Municipal de Talatona.

Pertencente ao Grupo Befran, Lda., a BeatrizFranck é uma organização vocacionada para o desenvolvimento da indústria da moda e assessórios, como a linha de óculos de sol lançada em Março deste ano ou a nova linha de echarpes e cachecóis apresentados nesta colecção.

Como referido na nota, os objectivos do grupo passam por continuar a expansão da marca no mercado nacional e internacional, diversificar a oferta de produtos mantendo a inovação e a qualidade, e continuar a contribuir para o crescimento da economia do país, gerando emprego e receitas no sector.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form