Ideias e Negócios
Serviços

EMADEL e Fazenda Mumba mostram empenho na produção nacional na Expo Feito em Angola  

EMADEL e Fazenda Mumba mostram empenho na produção nacional na Expo Feito em Angola  
Foto por:
vídeo por:
DR

As empresas EMADEL e Fazenda Mumba, subsidiárias do Grupo Omatapalo, marcam presença na 2ª. edição da Expo Feito em Angola (EFA), que teve início hoje e decorre até o próximo dia 18 deste mês, na Zona Económica Especial (ZEE), representando a reafirmação do compromisso da instituição para com o reforço e valorização da produção nacional, que constituem para si eixos estratégicos de desenvolvimento.

A presença destas empresas na EFA, que nesta edição, a decorrer sob o lema “A Importância do Feito em Angola para o Processo de Integração Económica Regional”, exibem os seus produtos e apresentam uma nova identidade gráfica da sua principal unidade de negócio agro-pecuário, representa ainda como a promoção e valorização da produção nacional e o seu contributo para a diversificação da economia são valores essenciais para a Omatapalo, que se orgulha de ter conquistado, através de uma certificação do Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), os selos ‘Feito em Angola’ para os produtos da FAZENDA MUMBA e para uma gama de seis categorias de artigos da EMADEL, como afirma o porta-voz do grupo, Edmar Manuel.

A Fazenda Mumba, localizada no município do Kuvango, Huíla, tem como linhas estratégicas de acção a produção de proteína animal, com cerca de 7 mil cabeças de gado bovino para corte, a produção integrada de cereais (milho, soja, trigo e feijão), a produção de fruticultura (abacate, manga e maracujá) e a silvicultura.

Apostando numa agricultura de precisão, com baixas emissões de carbono e energeticamente sustentável, emprega cerca de 700 pessoas, maioritariamente locais, e aparece na EFA com uma nova identidade gráfica, que surge da necessidade de adaptação, reorganização e criação de grandes famílias de produtos que receberam, recentemente, o selo ‘Feito em Angola’.

A EMADEL, por seu turno, especializada na transformação, processamento de madeira maciça e produção de mobiliário e de carpintaria civil, dispõe de duas unidades fabris, uma na Zona Económica Especial (ZEE), em Luanda, e outra na Huíla, contando ainda com duas serrações de transformação de madeira bruta, nas mesmas províncias, onde possui igualmente duas lojas, onde comercializa, a retalho, os seus produtos para o lar, sob a marca EMADEL LAR.

A EMADEL, de acordo com o comunicado que recebemos, recorre a madeiras 100% nacionais e certificadas e recebeu o selo ‘Feito em Angola’ nos artigos de carpintaria industrial, mobiliário de escritório, quarto, sala de jantar, sala de estar e cozinha que receberam.

 

Destaque

No items found.

6galeria

Redacção

As empresas EMADEL e Fazenda Mumba, subsidiárias do Grupo Omatapalo, marcam presença na 2ª. edição da Expo Feito em Angola (EFA), que teve início hoje e decorre até o próximo dia 18 deste mês, na Zona Económica Especial (ZEE), representando a reafirmação do compromisso da instituição para com o reforço e valorização da produção nacional, que constituem para si eixos estratégicos de desenvolvimento.

A presença destas empresas na EFA, que nesta edição, a decorrer sob o lema “A Importância do Feito em Angola para o Processo de Integração Económica Regional”, exibem os seus produtos e apresentam uma nova identidade gráfica da sua principal unidade de negócio agro-pecuário, representa ainda como a promoção e valorização da produção nacional e o seu contributo para a diversificação da economia são valores essenciais para a Omatapalo, que se orgulha de ter conquistado, através de uma certificação do Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), os selos ‘Feito em Angola’ para os produtos da FAZENDA MUMBA e para uma gama de seis categorias de artigos da EMADEL, como afirma o porta-voz do grupo, Edmar Manuel.

A Fazenda Mumba, localizada no município do Kuvango, Huíla, tem como linhas estratégicas de acção a produção de proteína animal, com cerca de 7 mil cabeças de gado bovino para corte, a produção integrada de cereais (milho, soja, trigo e feijão), a produção de fruticultura (abacate, manga e maracujá) e a silvicultura.

Apostando numa agricultura de precisão, com baixas emissões de carbono e energeticamente sustentável, emprega cerca de 700 pessoas, maioritariamente locais, e aparece na EFA com uma nova identidade gráfica, que surge da necessidade de adaptação, reorganização e criação de grandes famílias de produtos que receberam, recentemente, o selo ‘Feito em Angola’.

A EMADEL, por seu turno, especializada na transformação, processamento de madeira maciça e produção de mobiliário e de carpintaria civil, dispõe de duas unidades fabris, uma na Zona Económica Especial (ZEE), em Luanda, e outra na Huíla, contando ainda com duas serrações de transformação de madeira bruta, nas mesmas províncias, onde possui igualmente duas lojas, onde comercializa, a retalho, os seus produtos para o lar, sob a marca EMADEL LAR.

A EMADEL, de acordo com o comunicado que recebemos, recorre a madeiras 100% nacionais e certificadas e recebeu o selo ‘Feito em Angola’ nos artigos de carpintaria industrial, mobiliário de escritório, quarto, sala de jantar, sala de estar e cozinha que receberam.

 

6galeria

Artigos relacionados

No items found.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form