Arte e Cultura
Cinema

Documentário da SOS Racismo Portugal "expõe as fragilidades de uma sociedade portuguesa"

Documentário da SOS Racismo Portugal "expõe as fragilidades de uma sociedade portuguesa"
Foto por:
vídeo por:
DR

"30 Anos, Olhares Sobre o Racismo" é um documentário produzido numa parceria conjunta entre a SOS Racismo Portugal e a BANTUMEN, a estrear-se no próximo dia 14 deste mês,  quinta-feira, pelas 18 horas.

Assinada pelos angolanos Eddie Pipocas, co-fundador da BANTUMEN, e pelo realizador Dércio Tomás Ferreira, assim como pelo produtor português Bruno Moraes Cabral, a película expõe as fragilidades de uma sociedade portuguesa, minada pelo racismo ancorado nos diversos pilares sócio-políticos lusitanos.

De acordo com o comunicado que recebemos, a obra pretende dar eco às vozes e aos olhares dos intervenientes do debate sobre a questão racial no país, bem como às questões conexas às múltiplas discriminações, onde se cruzam múltiplas vozes e os olhares das comunidades racializadas, negras, ciganas e migrantes, assim como as dimensões de género e de orientação sexual no combate ao racismo.

"Procurou-se assim condensar os contributos de várias figuras da mobilização social e política para esta causa, reflectindo a interseccionalidade, a diversidade e a transversalidade das várias frentes do combate contra o racismo no nosso país. Enquanto instrumento de debate, mobilização e consciencialização para o combate ao racismo em Portugal, este documentário pretende contribuir para construir propostas de respostas políticas eficazes contra a discriminação racial", lê-se na nota.

Com estreia marcada para acontecer no ciclo Cinema de Urgência do DocLisboa, no espaço do Padrão dos Descobrimentos, a exibição decorre no âmbito da parceria entre o SOS Racismo e o DocLisboa, inserida numa programação mais extensa que se prolonga até dia 20 de Janeiro, com vários filmes que remetem directamente para uma discussão mais aprofundada da questão racial na sociedade portuguesa.

Além de o documentário vir a ser exibido em várias sessões e cidades portuguesas ao longo do ano, com debates em torno da problemático do racismo, vai estar também disponível no canal de YouTube da SOS Racismo, como ferramenta colectiva, avança a nota.

6galeria

Redacção

"30 Anos, Olhares Sobre o Racismo" é um documentário produzido numa parceria conjunta entre a SOS Racismo Portugal e a BANTUMEN, a estrear-se no próximo dia 14 deste mês,  quinta-feira, pelas 18 horas.

Assinada pelos angolanos Eddie Pipocas, co-fundador da BANTUMEN, e pelo realizador Dércio Tomás Ferreira, assim como pelo produtor português Bruno Moraes Cabral, a película expõe as fragilidades de uma sociedade portuguesa, minada pelo racismo ancorado nos diversos pilares sócio-políticos lusitanos.

De acordo com o comunicado que recebemos, a obra pretende dar eco às vozes e aos olhares dos intervenientes do debate sobre a questão racial no país, bem como às questões conexas às múltiplas discriminações, onde se cruzam múltiplas vozes e os olhares das comunidades racializadas, negras, ciganas e migrantes, assim como as dimensões de género e de orientação sexual no combate ao racismo.

"Procurou-se assim condensar os contributos de várias figuras da mobilização social e política para esta causa, reflectindo a interseccionalidade, a diversidade e a transversalidade das várias frentes do combate contra o racismo no nosso país. Enquanto instrumento de debate, mobilização e consciencialização para o combate ao racismo em Portugal, este documentário pretende contribuir para construir propostas de respostas políticas eficazes contra a discriminação racial", lê-se na nota.

Com estreia marcada para acontecer no ciclo Cinema de Urgência do DocLisboa, no espaço do Padrão dos Descobrimentos, a exibição decorre no âmbito da parceria entre o SOS Racismo e o DocLisboa, inserida numa programação mais extensa que se prolonga até dia 20 de Janeiro, com vários filmes que remetem directamente para uma discussão mais aprofundada da questão racial na sociedade portuguesa.

Além de o documentário vir a ser exibido em várias sessões e cidades portuguesas ao longo do ano, com debates em torno da problemático do racismo, vai estar também disponível no canal de YouTube da SOS Racismo, como ferramenta colectiva, avança a nota.

6galeria

Artigos relacionados

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form